BP Bunge lança programa para canavieiros que inclui fixação de ATR e crédito

Marcelo Teixeira/Reuters
Marcelo Teixeira/Reuters

A BP Bunge Bioenergia é uma joint venture formada pelas gigantes das commodities no setor de açúcar e etanol do Brasil

A BP Bunge Bioenergia, joint venture formada pelas gigantes das commodities no setor de açúcar e etanol do Brasil, anunciou hoje (24) o lançamento de uma plataforma de negócios para fornecedores de cana do país, que oferecerá mecanismos como fixação do ATR (Açúcar Total Recuperável) repasses de diesel e acesso a crédito.

Batizado de Allia e com operações já a partir de maio, o programa tem como objetivo, segundo a companhia, promover a eficiência e a produtividade entre os fornecedores da matéria-prima sucroalcooleira.

LEIA MAIS: Operadores globais não veem escassez no mercado de açúcar

Para a BP Bunge Bioenergia, o grande diferencial da iniciativa é a fixação do ATR, que garantiria mais previsibilidade à receita do produtor.

“O Allia é um programa de relacionamento, incentivo e fidelização para ampliar a sustentabilidade das parcerias”, disse em nota o diretor de originação, logística e suprimentos da BP Bunge Bioenergia, Adriano Dalbem.

“Buscamos para eles (produtores) serviços e benefícios para criar alianças de longo prazo, que vão além da transferência de tecnologia, agenda técnica e reconhecimento. Oferecemos itens que reduzem o risco e geram maior previsibilidade para o negócio”, acrescentou o executivo.

No segmento de crédito, o programa Allia fornecerá crédito para tratos culturais e plantio de cana “com taxas de juros atrativas”, afirmou a BP Bunge Bioenergia, embora sem fornecer mais detalhes.

A iniciativa também prevê o repasse de diesel aos produtores “com valores competitivos”.

Além disso, a companhia ainda destacou mecanismos como o convênio com parceiros fornecedores de insumos e de serviços, citando benefícios obtidos por compras em grande escala, e uma parceria Barter que possibilita o pagamento dos benefícios com cana.

A jointe venture entre BP e Bunge possui 11 unidades agroindustriais no Brasil, com capacidade de moagem de cerca de 32 milhões de toneladas de cana por ano, e é responsável pela gestão de 450 mil hectares em canaviais. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).