Colheita de soja da Argentina é concluída com 43,5 milhões de toneladas, diz bolsa de cereais

Agustin Marcaria/Reuters
Agustin Marcaria/Reuters

Colheitadeira em um campo em Chivilcoy, nos arredores de Buenos Aires, na Argentina

A colheita de soja 2020/21 da Argentina foi concluída com uma produção de 43,5 milhões de toneladas, 10% a menos do que na temporada anterior, mas em linha com os prognósticos, informou hoje (24) a Bolsa de Cereais de Buenos Aires.

O rendimento médio da temporada foi de 2,67 toneladas por hectare na Argentina, maior exportadora global de farelo e óleo de soja.

LEIA MAIS: Argentinos vendem 21,8 milhões de toneladas de soja na safra 2020/21

A colheita de milho 2020/21, por sua vez, atingiu 47,6% na área semeada, o que representa um avanço de 5,3 pontos percentuais em relação à semana anterior, destacou a entidade em seu relatório semanal de cultivos.

“Os rendimentos registrados continuam superando as expectativas do início da temporada. Frente a este panorama, mantemos nos estimativa de produção de 48 milhões de toneladas para a safra 2020/21″, informou a bolsa de cereais.

É esperada uma aceleração no ritmo da colheita de milho agora que foram concluídos os trabalhos na soja, que tende a ser priorizada pelos agricultores por ter menor resistência ao clima.

A Argentina é a terceira maior exportadora de milho e soja em grãos do mundo. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).