NotCo, foodtech investida por Jeff Bezos, recebe aporte do Enlightened Hospitality

Divulgação
Divulgação

Matías Muchnick, fundador e CEO da NotCo, conta com a experiência de Danny Meyer para o crescimento da foodtech

Fundada no Chile em 2015, a foodtech NotCo desenvolve tecnologia de alimentos para criar produtos à base de plantas que pretendem ser iguais aos seus equivalentes de origem animal. O sucesso da foodtech já atraiu investimentos de figuras como Jeff Bezos, CEO da Amazon, e Biz Stone, desenvolvedor de software norte-americano, conselheiro de muitas empresas e cofundador do Twitter. Com fome de crescer, a NotCo acaba de fisgar outro peixe grande. Desta vez o EHI (Enlightened Hospitality Investments), fundo associado ao Union Square Hospitality Group, de Danny Meyer, fundador da rede de restaurantes americana Shake Shack. O anúncio foi feito hoje (2), de um aporte sem valor declarado, mas que, segundo nota da foodtech, a coloca na rota de se tornar mais um unicórnio, título conferido quando uma empresa alcança a avaliação de US$ 1 bilhão.

“A inteligência artificial patenteada da NotCo criou uma maneira revolucionária de trazer inovações deliciosas e personalizáveis, baseadas em plantas para o mercado com uma velocidade incrível”, diz Meyer. Seu fundo de ações em crescimento investe nos setores de hospitalidade, tecnologia e consumo.

LEIA TAMBÉM: Grupo russo por trás de ataque cibernético à JBS é chamado REvil, diz fonte

Presente no Brasil desde março de 2019, além de Argentina, Chile, Colômbia e Estados Unidos, a foodtech planeja utilizar o investimento de maneira estratégica para acelerar sua expansão no mercado de food service no país e também no mercado norte-americano. No caso do Brasil, o plano é chegar às gôndolas dos pequenos aos grandes varejistas e redes de food service. Até o momento, a NotCo já levantou cerca de US$ 130 milhões e acredita que pode se tornar um unicórnio ainda em 2021.

“Nosso objetivo é acelerar o rápido avanço de produtos feitos apenas com ingredientes vegetais, na aposta que os consumidores irão adotar com facilidade, e a vasta experiência da indústria de EHI e Danny ajudará a solidificar a validação principal de nossa tecnologia, especialmente em serviços de alimentação”, afirma Matías Muchnick, fundador e CEO da NotCo.

Divulgação
Divulgação

Além do leite, a foodtech já colocou no mercado maionese, sorvete e hambúrguer

Com o curioso nome Giuseppe, a tecnologia de inteligência artificial desenvolvida pela foodtech é capaz de criar alimentos com sabor e propriedades nutricionais semelhantes às suas versões não-vegetais. A NotCo já lançou produtos como maionese, sorvete, leite e hambúrguer.

“Os consumidores foram acostumados a acreditar que alternativas exclusivamente de ingredientes vegetais devem resultar em um sacrifício da experiência – seja no sabor, textura ou capacidade de incorporá-los perfeitamente em suas receitas favoritas. Giuseppe elimina a necessidade de fazer essa troca, porque os produtos NotCo têm gosto e funcionam exatamente como suas opções originais “, acredita Muchnick.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).