China retoma importação de carne bovina brasileira

Exportações para o país asiático haviam sido suspensas em setembro, quando foram identificados casos do "mal da vaca louca".

Reuters
Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


Phil Noble/ Reuters
Phil Noble/ Reuters

Frigorífico de carne bovina

A administração aduaneira da China anunciou nesta quarta-feira (15) que permitirá que as importações de produtos de carne bovina do carne bovina sejam retomadas.

O Brasil, maior exportador de carne bovina do mundo, suspendeu os embarques para seu principal cliente, a China, após confirmar casos atípicos de mal da vaca louca” no início de setembro.

Pequim retomou as importações de produtos brasileiros de carne bovina desossada de animais com menos de 30 meses, de acordo com documento publicado no site da Administração Geral das Alfândegas.

SAIBA MAIS: Valor da produção agropecuária do Brasil fechará 2021 com alta de 10%

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A proibição de exportação de carne bovina brasileira causou preocupação generalizada na comunidade comercial, já que a China obtém cerca de 40% de todas as suas importações de carne bovina no Brasil.

Os governos dos dois países estavam em negociações para resolver o assunto, uma vez que o embargo reduziu praticamente pela metade os embarques do Brasil.

As importações de carne bovina da China aumentaram nos últimos anos, alimentadas pela crescente demanda por carne de uma classe média cada vez mais abastada. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: