Conab prevê safra de café de 55,7 milhões de sacas em 2022

Estimativa, divulgada pela Conab, representa acréscimo de 16,8% em relação ao ano passado.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Amanda Perobelli/Reuters
Amanda Perobelli/Reuters

Estimativas da safra de café de 2022 são abaixo dos resultados de 2020. Conab afirma que é reflexo das condições climáticas

Acessibilidade


A safra de café do Brasil em 2022 deve alcançar 55,7 milhões de sacas de 60 kg, estimou a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) hoje (18) em sua primeira previsão para a cultura no ano, citando efeitos negativos do clima de 2021.

A estimativa representa um acréscimo de 16,8% em relação ao ano passado, devido à bienalidade positiva do ciclo atual, mas está abaixo do recorde alcançado em 2020 –último ano em que o café teve ciclo de alta.

“A queda na produção neste ano, quando comparada com 2020, é reflexo das condições climáticas adversas registradas principalmente entre os meses de julho e agosto em 2021”, disse a Conab em relatório.

SAIBA MAIS: Cafeicultura perde US$ 465 milhões por logística deficiente em 2021

“A estiagem e as geadas ocorridas com maior intensidade nos Estados de Minas Gerais, São Paulo e Paraná, impactaram nas condições fisiológicas dos cafezais”, acrescentou.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Com isso, a companhia acredita que as produtividades, em especial da variedade arábica, deverão ter o potencial produtivo limitado. Ainda assim, a produção para esta variedade de café deve avançar em 23,4% em relação à safra anterior, para 38,78 milhões de sacas.

Para o grão conilon, a expectativa é de um novo recorde com a colheita estimada em quase 17 milhões de sacas.

“O aumento de 4,1% em relação à safra anterior combina a elevação da área plantada estimada em 3%, passando de 375,2 mil hectares para 389,1 mil hectares, e uma ligeira melhora na produtividade de 0,4%, saindo de 43,4 sacas colhidas por hectare cultivado para 43,6 sc/ha.”

 

Compartilhe esta publicação: