AgroRound: Coopercitrus, Raízen, Klabin e outras notícias do campo

Confira parcerias, lançamentos e movimentações que marcaram o agronegócio na última semana

Redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


A Coopercitrus, cooperativa paulista que teve receita de R$ 7,9 bilhões em 2021, anunciou na terça-feira (26) o lançamento do projeto “Mulheres do Campo – O Agro é Delas”. A ideia do programa é fortalecer o engajamento feminino no agro.

“Queremos dar mais visibilidade ao trabalho das mulheres, conectando-as, com informação, capacitação e mostrando o quanto elas são capazes e têm potencial para crescer”, explica Simonia Sabadin, diretora financeira da cooperativa e embaixadora do projeto.

Leia mais: Laranja do RJ recebe 100ª Indicação Geográfica registrada do Brasil

O ‘Mulheres do Campo’ terá uma programação permanente na Coopercitrus, com encontros periódicos nos cinco polos regionais de atendimento da cooperativa. Os núcleos terão acesso a lives mensais com palestras e depoimentos de mulheres da Coopercitrus ou clientes, grupos por aplicativo de mensagens para trocas interpessoais, além de workshops de capacitação com temas relevantes.

Para Nayara Viana, coordenadora de comunicação da cooperativa, o projeto servirá para favorecer o networking entre as mulheres. “Queremos mostrar que essa mulher produtora é uma profissional como qualquer outra. Não queremos privilégios e não temos o intuito de reclamar o nosso lugar. Queremos equidade, a promoção de um tratamento justo entre homens e mulheres, sem distinção por gênero”.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Raízen inicia campanha de conscientização contra incêndios em canaviais

A Raízen, produtora de açúcar e etanol, deu início a sua campanha de prevenção e combate aos incêndios em canaviais. A companhia reforça as medidas preventivas que adota com a iniciativa “Quem ama a terra, não chama o fogo”.

Algumas medidas incluem “não descartar bitucas acessas”, “não queimar lixo” dentre outras. O trabalho de prevenção da empresa é realizado através de patrulhamento, monitoramento remoto e através da central 0800 da companhia. A Raízen também realizou a 3ª edição de seu webinar sobre prevenção e combate a incêndios em canaviais com o tema “Importância da prevenção de incêndios na agenda ESG”. O vídeo pode ser assistido no YouTube.

“Buscamos estabelecer relações produtivas e sustentáveis com todos os envolvidos na cadeia e incentivar boas práticas e segurança junto aos nossos funcionários, parceiros, fornecedores e sociedade civil”, afirma Ricardo Lopes, diretor agrícola da companhia.

Klabin vai inaugurar nova fábrica em Piracicaba (SP)

A Klabin, produtora de celulose com 273 mil hectares de árvores plantadas, anunciou a inauguração de uma nova fábrica de papelão ondulado na cidade de Piracicaba (SP). A empresa investirá R$ 1,57 bilhão no projeto, com a geração de 1,2 mil empregos, sendo 700 postos de trabalho durante o pico da obra e 500 para a operação fabril.

A previsão é que a unidade comece a funcionar em 2024 e tenha capacidade para produzir cerca de 240 mil toneladas de papelão ondulado por ano. O projeto tem apoio da InvestSP (Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade), que assessorou a empresa na escolha do local para a instalação da planta e em questões tributárias, ambientais e de infraestrutura.

“Esse é mais um investimento que trará emprego e renda para o estado, além de reforçar o protagonismo e a liderança de São Paulo na área industrial”, diz Antonio Imbassahy, presidente da InvestSP. A nova fábrica da Klabin será instalada em um terreno de 950 mil metros quadrados, com localização estratégica, a cerca de 10 quilômetros de uma outra planta que a empresa já possui no município.

Ambipar e CEBDS apresentam padrões de certificações de crédito de carbono

A Ambipar, multinacional brasileira de gestão ambiental, retomou sua parceria com o CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável) para realizar a terceira edição do workshop “Integridade Climática do Mercado Voluntário”. O evento tem como objetivo promover a qualificação do setor empresarial brasileiro acerca do mercado voluntário de carbono, bem como reforçar as transações do setor para que ocorram dentro dos padrões existentes de integridade ambiental e adicionalidade.

““Distinguir os padrões de certificação significa compreender como funciona o processo de validação e verificação de créditos de carbono”, explica Bianca Ayres, diretora executiva de iniciativas de carbono da Ambipar. “Ou seja, as empresas terão suporte para alinhar o mapeamento de suas emissões, atrelados com os próprios princípios e resultados de buscas pela preservação ambiental.”

Como os workshops têm participação restrita aos associados do CEBDS, no dia 25 de outubro, será realizada uma sessão pública para divulgação da nota técnica sobre o evento, que apresentará dados como os padrões de mercado voluntário, comparando iniciativas, volumes de movimentação de créditos e outros.

Série documental de Carmen Perez será lançada no 7º CNMA

Divulgação

Durante a sétima edição do CNMA (Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio), que ocorrerá nos dias 26 e 27 de outubro em São Paulo (SP), a pecuarista Carmen Perez lançará uma nova fase de seu projeto “Quando Ouvi a Voz da Terra”.

Lançado no ano passado como um documentário, o projeto agora se tornará uma série documental com mini documentários de 15 minutos mostrando como são o trabalho e os costumes por trás das produções de cacau, café, leite, mel e pecuária. “Nosso objetivo segue por trazer as histórias do campo e suas reflexões, a partir da minha vivência com cada uma delas”, afirma Carmen. “Vamos falar de tradição, dedicação, família, empreendedorismo, responsabilidade para com o ambiente e para com as futuras gerações”

Para Carolina Gama, show manager do CNMA, a série documental assume um papel transformador para as mulheres envolvidas no agronegócio, já que transmite histórias com o poder de construir imaginários, levar informação e fomentar mudanças. “No fundo somos todas mulheres em busca de espaço e reconhecimento do nosso trabalho, e ver histórias de sucesso nos inspira a seguir adiante e fazer sempre mais e melhor. Essa é a premissa do CNMA, inspirar a todas as mulheres em todos os âmbitos da sua vida.”

Adama inicia produção própria de ingrediente ativo para inseticidas

A Adama, companhia israelense de soluções agrícolas e parte da holding ChemChina, iniciou a produção de indoxacarbe, um importante ingrediente ativo para fabricação de inseticidas e que antes era importado da China.

Com o processo de síntese próprio, realizado em suas fábricas em Israel e na Índia, a empresa conseguirá desenvolver novas formulações exclusivas e diferenciadas utilizando um processo mais econômico para a produção dessa molécula. Além disso, a companhia passará a ter acesso a um mercado global de cerca de US$ 200 milhões em vendas do ingrediente ativo.

“Tendo em vista o cenário de aumento da pressão de lagartas nas principais culturas no Brasil, o fato da empresa investir na produção própria de uma molécula tão importante como o indoxacarbe nos traz segurança”, afirma Raphael Malandrino, gerente de produto da empresa no Brasil.

Rabobank e Banco de Alimentos lançam nova edição da campanha “Corrente do Bem”

Pelo terceiro ano seguido, o Rabobank Brasil, instituição de atuação global especializada em soluções financeiras para o agronegócio, fecha parceria com a ONG Banco de Alimentos para arrecadar doações que serão revertidas em cestas básicas ou cartões de alimentação.

“No cenário atual em que mais da metade da população brasileira lida com algum grau de insegurança alimentar, é imprescindível a participação do Rabobank em mais uma edição da campanha”, diz Fabiana Alves, head de corporate clients do Rabobank Brasil. Até hoje, a campanha já doou cerca de 10 toneladas de alimentos para mais de 15 mil famílias.

Fundada em 1998, a ONG é uma associação civil que recolhe alimentos que já perderam valor de prateleira no comércio e indústria, mas ainda estão aptos para consumo, e os distribui onde são mais necessários. No lugar de descartar legumes, massas, frutas, entre outros, os parceiros doam os excedentes à ONG que repassa tudo às entidades sociais cadastradas no projeto.

Arable levanta US$ 40 milhões para acelerar a agricultura sustentável

A Arable, empresa norte-americana de inteligência de dados para agricultura, anunciou na segunda-feira (25) que levantou uma rodada série C de US$ 40 milhões (R$ 207,9 milhões). A empresa usará o novo investimento para acelerar o desenvolvimento de produtos, oferecer novos serviços aos clientes e expandir sua presença global.

“É um imperativo global que encontremos novas soluções para reduzir as emissões, aumentar a resiliência agrícola e criar uma cadeia de suprimento de alimentos mais sustentável”, disse Saloni Multani, sócia da Galvanize Climate Solutions e conselheira da companhia.

Atualmente, o principal produto da companhia utiliza sensores para avaliar clima, umidade do solo e quantidades de irrigação para reduzir o estresse da cultura. Representantes da empresa afirmam que a solução já ajudou clientes a reduzir a irrigação em até 50% por meio dessa abordagem.

Agro Amazônia adquire empresa mineira de fertilizantes

A Agro Amazônia, empresa que vende insumos agropecuários e teve faturamento de R$ 3,5 bilhões em 2021, anunciou ontem (28) a aquisição da Nativa Agronegócios, empresa de distribuição de fertilizantes que atua na região do Cerrado Mineiro.

O acordo de aquisição já foi assinado por ambas as partes e aguarda aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). “Este é um momento muito especial que expande nossas fronteiras para uma região agrícola diversificada e de grande potencial, oferecendo enormes oportunidades de crescimento”, pontua Roberto Motta, CEO da Agro Amazônia.

A companhia passará a controlar 100% da operação da Nativa, que contém uma fábrica de fertilizantes especiais, uma estação experimental, oito filiais espalhadas em cidades de Minas Gerais (Patos de Minas, Ibiá, Coromandel, São Gotardo, Patrocínio, Serra do Salitre, Araxá e Uberlândia), além de incorporar todos os colaboradores e estrutura.

Compartilhe esta publicação: