Eletrificação de carros clássicos é um negócio em ascensão, com uma lista de espera de dois anos

Sem nenhuma surpresa, os preços vão às alturas, como o Aston Martin DB6 que começa em US$ 1,3 milhão.

Alistair Charlton
Compartilhe esta publicação:
Lunaz Group/Divulgação
Lunaz Group/Divulgação

Restaurações de Bentley Continentals e Rolls-Royce Silver Clouds começam em US$ 476 mil

Acessibilidade


O negócio de restauração de carros clássicos britânicos, substituindo seus motores convencionais por motores elétricos, está crescendo, de acordo com a Lunaz, empresa que faz exatamente isso.

A demanda por veículos elétricos Rolls-Royce, Bentley, Aston Martin, Range Rover e Jaguar tem sido tão alta que as carteiras de pedidos para 2022 e 2023 já estão fechadas. Para lidar com a demanda, a empresa expandiu sua força de trabalho em 500% em 12 meses, para 120 funcionários.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

A Lunaz, que conta com o ex-jogador de futebol David Beckham entre seus investidores, está ampliando sua sede em Silverstone, Inglaterra (local do circuito de Fórmula 1 de mesmo nome) para que 110 veículos possam ser restaurados, reprojetados e eletrificados a cada ano. Esse número aumentou 50% em relação a 2020.

A unidade de restauração e eletrificação deve expandir sua presença em 400% em 2022, em uma tentativa de lidar com o que Lunaz descreve como vendas “significativas” na Europa, EUA e Ásia-Pacífico. De acordo com a empresa, seus carros clássicos eletrificados estão atraindo uma nova geração de compradores. “Essas pessoas já haviam descartado a ideia de possuir um clássico de primeira linha por causa de questões de confiabilidade, usabilidade e sustentabilidade”, disse a empresa. “Como uma expressão totalmente renovada e limpa de um carro clássico, a Lunaz responde a essas perguntas, tornando a propriedade de carros clássicos uma proposta relevante para as gerações futuras.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Sem nenhuma surpresa, esses carros não são baratos. Os preços dos veículos Lunaz começam em £ 290 mil (US$ 395 mil) mais impostos locais, para um Range Rover clássico eletrificado. Restaurações de Bentley Continentals e Rolls-Royce Silver Clouds começam em £ 350 mil (US$ 476 mil) mais impostos, enquanto o Rolls-Royce Phantom V custa £ 550 (US$ 748 mil) e a mais recente adição à linha, o Aston Martin DB6, começa em £ 950 mil (US$ 1,3 milhão).

Além de compradores abastados que desejam tornar seu primeiro carro clássico um veículo eletrificado, a Lunaz viu o ressurgimento da indústria da hospitalidade impulsionando a demanda por seus modelos Bentley, Range Rover e Rolls-Royce voltados para passageiros. Limusines clássicas silenciosas e de emissão zero são adições atraentes às frotas de hotéis de luxo, diz a Lunaz, com os primeiros de seus carros Rolls-Royce e Bentley a serem entregues em breve.

David Lorenz, fundador e executivo-chefe do Lunaz Group, disse: “O aumento da demanda global por um carro clássico eletrificado e remasterizado pela empresa é uma afirmação de que os clientes estão respondendo a uma proposta que preserva os carros mais célebres da história automotiva britânica, enquanto responde à pressão global de transição para práticas mais sustentáveis.”

“Estamos orgulhosos de apresentar a um público totalmente novo e consciente os prazeres da propriedade de carros clássicos, respondendo às principais questões de confiabilidade, usabilidade e sustentabilidade”, complementa.

Possuir um carro ambientalmente responsável – mesmo que custe mais dinheiro – está no topo da lista de desejos dos motoristas da geração millenium. A Lunaz diz que vê isso refletido em como a “grande maioria” de seus clientes vem de faixas etárias mais jovens, fora do perfil típico de comprador de carros de luxo.

A Lunaz também oferece a seus compradores ambientalmente conscientes a opção de tapetes em tecidos de redes de pesca recicladas, mas que combinam com a aparência da lã de cordeiro tradicional. A empresa diz que 100% dos tecidos reciclados compõem toda a cabine de seus carros. Outro upcycling é visto com o comutador, que é reaproveitado, por exemplo, indicando o estado de carga da bateria em vez do nível de combustível.

Jen Holloway, diretora de design da Lunaz, disse: “Nosso trabalho de remasterização desses ícones automotivos mais significativos representa a preservação essencial de objetos com peso muito além da soma de suas peças como carros clássicos. Estamos orgulhosos de escrever novos capítulos de legados ainda mais extraordinários.”

Compartilhe esta publicação: