6 momentos emocionantes do Oscar 2022, além do tapa de Will Smith

O Oscar 2022 não se resumiu ao tapa de Will Smith em Chris Rock. Discursos comoventes e homenagens tiveram destaque na cerimônia.

Patrícia Junqueira
Compartilhe esta publicação:
Myung Chun / Los Angeles Times via Getty Images
Myung Chun / Los Angeles Times via Getty Images

Amy Schumer, uma das apresentadoras do Oscar, se vestiu de Homem Aranha em um dos momentos cômicos da noite

Acessibilidade


O tapa que Will Smith deu no comediante Chris Rock em plena cerimônia de entrega do Oscar ofuscou os outros acontecimentos da noite da mais estrelada premiação do cinema. Mas a 94ª edição dos Oscar, a premiação anual da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, teve outros momentos emocionantes que merecem serem lembrados.

Elenco estrelado canta “We Don’t Talk About Bruno”

Myung Chun / Los Angeles Times via Getty Images
Myung Chun / Los Angeles Times via Getty Images

Becky G, Megan Thee Stallion e Luis Fonsi interpretam “We Don’t Talk About Bruno”

Dubladores da versão original de “Encanto”, os atores Adassa, Stephanie Beatriz, Mauro Castillo, Carolina Gaitan e Diane Guerrero subiram ao palco do Oscar para interpretar a canção “We Don’t Talk About Bruno”, que virou hit, mas, curiosamente, não foi indicada ao prêmio de Melhor Canção. A apresentação, carregada de emoção por colocar o elenco da animação no centro da cerimônia contou com reforços de peso: a rapper Megan Thee Stallion, o cantor Luis Fonsi e a cantora Becky G.

Premiação de Melhor Ator Coadjuvante

Allen Schaben / Los Angeles Times via Getty Images
Allen Schaben / Los Angeles Times via Getty Images

Troy Kotsur posa ao lado de Youn Yuh-jung no Dolby Theatre

Troy Kotsur fez história como o primeiro surdo a levar um Oscar, ganhando o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante por “No Ritmo do Coração”. Kotsur interpretou Frank Rossi, o pai de uma adolescente que luta para ajudar o negócio de pesca de sua família enquanto busca suas próprias aspirações na música. “Isto é dedicado à comunidade surda, à comunidade ‘CODA’ (nome do filme em inglês, um acrônimo para ‘filhos de pais surdos’) e à comunidade com deficiência. Este é o nosso momento”, disse Kotsur em um discurso feito em linguagem de sinais.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O prêmio foi entregue a Kotsur pela atriz sul-coreana Youn Yuh-jung. Ela brincou antes de anunciar os indicados que, no ano passado, havia reclamado por não terem pronunciado seu corretamente, mas que estava tendo dificuldades com a categoria que apresentaria. Ao chamar o nome de Kotsur, ela permaneceu ao lado dele e se ofereceu para segurar a estatueta para que ele pudesse fazer seu discurso.

Billie Eilish vencendo o Oscar de Melhor Canção por “No Time To Die”

Myung Chun / Los Angeles Times via Getty Images
Myung Chun / Los Angeles Times via Getty Images

Finneas e Billie Eilish venceram o prêmio de Melhor Canção Original

A cantora de 20 anos levou o prêmio ao lado do irmão Finneas O’Connell pelo tema do filme mais recente do 007: “Sem Tempo Para Morrer”. A artista, que confessou ter ficado ansiosa para impressionar o ator Daniel Craig com sua música, não escondeu a alegria e praticamente pulou do assento ao ouvir seu nome no anúncio do vencedor.

Lady Gaga ajudando Liza Minnelli a apresentar o prêmio de Melhor Filme

Neilson Barnard/Getty Images
Neilson Barnard/Getty Images

Aparição surpresa de Liza Minnelli, auxiliada por Lady Gaga, foi momento especial no Oscar

A lendária cantora de 76 anos, que raramente faz aparições públicas, foi aplaudida de pé quando chegou ao palco em uma cadeira de rodas para ser apresentadora surpresa. Gaga disse à estrela de “Cabaret”: “Você vê isso? O público, eles te amam”. A lenda dos palcos começou a vasculhar seus cartões de sinalização e disse: “Eu não estou entendendo” antes de Gaga virar um dos cartões e garantir a ela: “Eu entendi”. Virando-se para o público e segurando a mão de Minnelli, Gaga destacou que  Minnelli estava “comemorando o 50º aniversário de ‘Cabaret'”.

Jessica Chastain fala sobre prevenção do suicídio ao vencer Oscar de Melhor Atriz

Myung Chun / Los Angeles Times via Getty Images
Myung Chun / Los Angeles Times via Getty Images

Atriz Jessica Chastain levou seu primeiro Oscar

Jessica Chastain ganhou seu primeiro Oscar por “Os Olhos de Tammy Faye”, usando seu discurso para aumentar a conscientização sobre o suicídio, especialmente na comunidade LGBTQ+. A atriz, ao falar sobre os momentos difíceis que as famílias têm enfrentado, disse que muitas vezes as pessoas se sentem desesperançosas e sozinhas. Chastain perdeu uma irmã que morreu por suicídio em 2003. “Para qualquer um de vocês que de fato se sente sem esperança ou sozinho, eu só quero que você saiba que você é amado incondicionalmente pela singularidade que é você”, disse a vencedora ao encerrar seu discurso.

Pacino, Coppola e De Niro juntos em homenagem ao Poderoso Chefão

Neilson Barnard/Getty Images
Neilson Barnard/Getty Images

Al Pacino, Francis Ford Coppola e Robert De Niro durante a homenagem aos 50 anos de “O Poderoso Chefão”

O ano de 2022 marca o cinquentenário do longa “O Poderoso Chefão”. Para celebrar o aniversário da obra, o Oscar levou ao palco da cerimônia o diretor do filme, Francis Ford Coppola, e os atores Al Pacino e Robert DeNiro. Ao som da música tema do filme, os três caminharam sob aplausos do público presente no Dolby Theatre. Coppola agradeceu pessoalmente a Mario Puzo, autor do romance que inspirou o filme.

Resumo da noite

“No Ritmo do Coração”, longa sobre uma família surda com uma filha ouvinte, ganhou o prêmio de Melhor Filme, tornando-se o primeiro filme de um serviço de streaming, a Apple TV+, a ganhar o maior prêmio da indústria cinematográfica. O longa levou ainda os prêmios de Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Roteiro Adaptado.

Will Smith ganhou o prêmio de Melhor Ator por interpretar o pai determinado das lendas do tênis Venus e Serena Williams em “King Richard: Criando Campeãs”. Jane Campion se tornou apenas a terceira mulher nos 94 anos de história do Oscar a ganhar o prêmio de Direção, por seu “Ataque dos Cães”. Jessica Chastain ganhou o prêmio de Melhor Atriz por interpretar a televangelista Tammy Faye Bakker em “Os Olhos de Tammy Faye”. O prêmio de Atriz Coadjuvante foi para Ariana DeBose por interpretar a espirituosa Anita, que canta “America” ​​no remake de Steven Spielberg de “Amor, Sublime Amor”. O épico de ficção científica “Duna” conquistou o maior número de prêmios da noite, ganhando seis prêmios em categorias como fotografia e edição.

Em um momento que inicialmente parecia uma das piadas que animam a transmissão do Oscar, Smith subiu ao palco e deu um tapa em Chris Rock depois que o apresentador fez uma piada sobre a esposa do ator, Jada Pinkett Smith. Minutos depois, Smith soube que havia conquistado o prêmio de melhor ator. Em seu discurso, ele começou a chorar e pediu desculpas aos colegas indicados e à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, mas não a Rock. (com Reuters)

Mais do Oscar 2022

Oscar 2022: Academia diz que não tolera violência após Will Smith bater em Chris Rock

“No Ritmo do Coração” vence como Melhor Filme; veja lista dos vencedores

Oscar 2022: presentes para os indicados custam até R$ 680 mil

Compartilhe esta publicação: