Maratona de tatuagens arrecada dinheiro para Forças Armadas da Ucrânia

Compartilhe esta publicação:

Por Edgar Su e Horaci Garcia e Max Hunder

Acessibilidade


(Reuters) – Em uma antiga fábrica no centro de Kiev, tatuadores trabalham para arrecadar dinheiro para as Forças Armadas da Ucrânia que travam batalhas ferozes no leste do país.

Todos os sábados nas últimas sete semanas, uma maratona de tatuagens atrai clientes, e os recursos arrecadados são doados para as forças ucranianas que lutam contra as tropas russas desde que Moscou invadiu a Ucrânia em 24 de fevereiro.

A iniciativa arrecadou 9.134 dólares, disse o homem que a iniciou, Sasha Filipchenko, de 34 anos, natural da península da Crimeia, que a Rússia ocupa desde 2014.

“Vamos continuar fazendo isso até o fim da guerra”, disse Filipchenko, que vive em Kiev nos últimos cinco anos, à Reuters. “Talvez repetiremos para o dia da vitória.”

Em um sábado típico, 50 a 70 recebem tatuagens de um grupo de 15 tatuadores.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Por que não tentar?”, disse o tatuador ucraniano-brasileiro Zhylson Buakela, de 37 anos.

“Fizemos isso por uma semana ou duas e já é a sétima semana agora… Contanto que possamos pegar algum capital e entregá-lo ao Exército, acho que é o melhor que se pode fazer”, afirmou.

Depois que os combates se afastaram da região de Kiev no início de abril, a vida cultural começou a retornar à capital da Ucrânia. Restaurantes e bares reabriram e grupos de jovens voltaram a ocupar os espaços públicos de Kiev.

A maratona de tatuagens acontece no badalado bairro de Podil, em Kiev, um centro hipster pré-guerra que está mostrando sinais de renascimento.

Compartilhe esta publicação: