Guia traz roteiro para 24 horas em Tel Aviv

Karl Good/EyeEm/Getty Images
Programe-se para aproveitar um dia livre na cidade de Israel

Procurada cada vez mais pelos brasileiros, Tel Aviv concentra as embaixadas estrangeiras, fica a cerca de 50 km de Jerusalém e tem ótimos lugares para passar o dia virado para o Mediterrâneo.

LEIA MAIS: Guia traz roteiro para 24 horas em Milão

Veja, na galeria de fotos a seguir, nossa sugestão de roteiro:

  • 1. Alma Beach e Manta Ray

    Nada como a brisa do Mediterrâneo no rosto, de manhã, caminhando por Alma Beach, a praia mais badalada da cidade, em direção ao sul, para Old Jaffa. Melhor ainda se começar o dia com o alto astral do café da manhã do restaurante Manta Ray. Com vista privilegiada, as mesas de fora são disputadas. O Manta Ray, diga-se, é ótima dica para o dia inteiro, com menu incrível de peixes, frutos do mar e comida vegetariana.

    @mantaraytelaviv

  • 2. Hora de pechinchar

    Está procurando um bom local de compras, que reúna antiquários, boutiques de designers israelenses e, de quebra, bares para petiscar? Então não pense duas vezes e parta para o Shuk Hapishpeshim, também conhecido como o Mercado de Pulgas de Jaffa. Entre prédios históricos, são mais de 100 anos de comércio baseado na velha e boa pechincha. Para um complexo de loja e restaurantes mais sofisticado siga para o Hatachana, montado em uma estação de trem de 1857.

    @hatachana.tlv

  • 3. Hospedagem secular

    No coração da Tel Aviv antiga, um dos melhores hotéis da cidade responde pelo nome de The Jaffa, da The Luxury Collection do grupo Marriott. Tem 120 quartos e foi construído em uma estrutura secular, nas dependências de um monastério. Os interiores seguem estilo minimalista, do designer britânico John Pawson. Não perca os restaurantes Golda’s Delicatessen (almoço) e Don Camillo (café e jantar). Até a área de eventos vale a visita: The Chapel.

    @thejaffahotel
    @doncamillotlv

  • 4. Obras de arte

    A história do Museu de Arte de Tel Aviv remonta aos anos de 1930, mas passou para a avenida King Saul em 1971. A coleção permanente possui obras de Picasso, Miró e Kandinsky, entre outros grandes artistas. Projetado pelo arquiteto Preston Scott Cohen, o novo prédio do museu, com cinco andares, chama-se Herta e Paul Amir, foi inaugurado em 2011 e conserva uma seção de fotografia e artes visuais, além de um arquivo de arquitetura israelense.

  • 5. Pernas para que te quero

    Conhecido como Tayelet, o calçadão de 6 quilômetros pela costa da cidade, que liga o Porto de Tel Aviv (ao norte) a Jaffa (ao sul), é um bom endereço para curtir o fim de tarde. Outro roteiro muito interessante para quem gosta de caminhar é bater perna pela Cidade Branca: um conjunto de 4 mil prédios (10% restaurados) de arquitetura Bauhaus, construído na década de 1930 por estudantes e professores fugidos da Alemanha nazista.

  • 6. Chef de respeito

    Sob a batuta do respeitado chef israelense Ran Shmueli, que está à frente das inovações gastronômicas de Tel Aviv há 25 anos, o jantar no restaurante Claro não é apenas sensacional por causa do menu. Montado em uma casa de 1886, o lugar é dividido em diferentes ambientes, com atmosfera descontraída. No centro do restaurante, uma enorme cozinha aberta. É dali que saem delícias da culinária mediterrânea, valorizando produtores locais no conceito farm to table.

    @clarotlv

  • 7. Rooftop abre a madrugada

    Para fechar a noite em grande estilo – e abrir a madrugada de Tel Aviv, que ferve em festas sem hora para acabar –, tome nota: Speakeasy Rooftop Bar & Lounge. Localização mais privilegiada não há: boulevard Rothschild, o mais famoso da cidade. São oito coquetéis próprios e uma longa carta de cervejas, vinhos, uísques, vodcas, runs e tequilas. Para beliscar, opções que vão de sashimi a pizza.

    @speakeasy.tlv

1. Alma Beach e Manta Ray

Nada como a brisa do Mediterrâneo no rosto, de manhã, caminhando por Alma Beach, a praia mais badalada da cidade, em direção ao sul, para Old Jaffa. Melhor ainda se começar o dia com o alto astral do café da manhã do restaurante Manta Ray. Com vista privilegiada, as mesas de fora são disputadas. O Manta Ray, diga-se, é ótima dica para o dia inteiro, com menu incrível de peixes, frutos do mar e comida vegetariana.

@mantaraytelaviv

*AGRADECIMENTOS: Sheila Yogev

Reportagem publicada na edição 70, lançada em agosto de 2019

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).