20 construções impressionantes que serão concluídas em 2020

Divulgação Pasqualotto GT
Divulgação Pasqualotto GT

Torres gêmeas do Yachthouse by Pininfarina em construção no município de Balneário Camboriú, Santa Catarina

No dia 1º de janeiro, o portal online do “The B1M”, canal de vídeo especializado em construção com o maior número de inscritos do YouTube (mais de 850 mil), divulgou a lista das maiores edificações do mundo que serão concluídas em 2020.

De arranha-céus impressionantes a vastos parques e estádios olímpicos em um nível de ambição nunca antes experimentado, este ano promete ser o pontapé de uma nova década com a conclusão de alguns projetos de construção realmente notáveis.

VEJA MAIS: 5 impressionantes arranha-céus em construção pelo mundo

A seleção incluiu um representante brasileiro: as torres gêmeas do Yachthouse by Pininfarina, localizadas em Balneário Camboriú, em Santa Catarina, com 280 metros de altura e 81 andares. Quando concluído, será o edifício residencial mais alto do país.

Veja, na galeria de fotos a seguir, os 20 projetos em andamento mais impressionantes que serão concluídos em 2020:

  • Premier Tower (Melbourne, Austrália)

    Alvo da imprensa quando foi proposta pela primeira vez em 2015, a Premier Tower de Melbourne está começando a deixar sua marca na cidade. Inspirada no videoclipe de “Ghost” da artista pop Beyoncé, a fachada curvilínea do arranha-céu desempenha um papel estrutural significativo, já que interrompe as rajadas de vento que poderiam causar o balanço da torre.

    Divulgação
  • Instalação da Expo 2020 Dubai (Dubai, Emirados Árabes Unidos)

    Com extensão de quatro quilômetros quadrados que inclui uma grande área que leva até o metrô de uma das mais importantes dos Emirados Árabes, a instalação do 2020 Expo terá os retoques finais antes da abertura do evento em outubro.

    Com mais de 130 nações apresentando o melhor do desenvolvimento global e pavilhões projetados por alguns dos arquitetos mais renomados do mundo, como Santiago Calatrava, Grimshaw e Foster + Partners, a exposição deve receber mais de 25 milhões de visitantes em seus seis meses de duração.

    Divulgação
  • Allegiant Stadium (Las Vegas, Estados Unidos)

    O Allegiant Stadium, projeto de US$ 1,84 bilhão em Las Vegas, será o estádio mais caro já construído quando finalizado, antes da temporada da NFL de 2020. Com capacidade para receber 65.000 espectadores, o local será o lar dos Las Vegas Raiders – que serão realocados para Oakland – e da Universidade de Nevada Las Vegas Rebels.

    Divulgação
  • Central Park Tower (New York City, Estados Unidos)

    Após seis anos de construção, o arranha-céu mais alto da Billionaire’s Row, em Nova York, deve ser concluído em 2020. Embora não ostente o título do edifício mais alto da cidade, a Central Park Tower, com 472 metros, ultrapassará o 432 da Park Avenue, localizado nas proximidades, para se tornar o edifício residencial mais alto do mundo.

    Divulgação
  • SoFi Stadium (Los Angeles, Estados Unidos)

    O impressionante SoFi Stadium de Los Angeles está, atualmente, em fase de conclusão e deve sediar uma série de shows de alto nível ao longo do verão norte-americano de 2020. Ao se tornar a nova casa dos Los Angeles Rams e dos Los Angeles Chargers, o local de 70.000 lugares promete desempenhar um papel importante nas Olimpíadas de 2028.

    Divulgação
  • Australia 108 (Melbourne, Austrália)

    Em novembro de 2019, surgiu o primeiro arranha-céu de Melbourne, o Australia 108, de 100 andares. Construída no antigo pantanal no distrito de Southbank, a impressionante torre apresentará as residências mais altas do hemisfério sul quando for concluída em 2020.

    Divulgação
  • Estádio Olímpico de Tóquio (Tóquio, Japão)

    Com a inauguração do New National Stadium em 2019, esse espaço será concluído no início de 2020, antes da cerimônia de abertura olímpica em julho. Toda a atenção está voltada para a capital japonesa, que está construindo uma série de novos espaços e reformando outros que sediaram as Olimpíadas de 1964.

    Divulgação
  • Resorts World (Las Vegas, Estados Unidos)

    Parcialmente construído sobre a estrutura original do Echelon Place, um complexo incompleto que foi afetado pela crise financeira global de 2008, o Resorts World, em Las Vegas, de 59 andares, está agora em fase de conclusão. Apesar dos rumores de atrasos, os desenvolvedores por trás do projeto de US$ 4,3 bilhões anunciaram que a inauguração será em 2020, de modo a torná-lo a primeira adição à Strip desde o Cosmopolitan em 2010.

    Jeff-Nouwen
  • Torre PWC (Milão, Itália)

    A PwC Tower, projetada por Daniel Libeskind, vai se tornar o último arranha-céu do ambicioso empreendimento comercial e residencial City Life, em Milão, juntando-se a outros edifícios altíssimos projetados por Zaha Hadid e Arata Isozaki. A estrutura côncava de 175 metros dará lugar ao quarto edifício mais alto da cidade e emergirá como a torre de destaque em um país que não é conhecido por construções desse porte.

    Kay-Williams
  • Circuito Urbano de Hanói (Hanói, Vietnã)

    Em abril de 2020, o Vietnã terá sua primeira incursão como sede de um Grand Prix de Fórmula 1 com a conclusão de um circuito híbrido de 5,5 quilômetros. Ao reunir uma série de estradas públicas convertidas e construídas especificamente para a corrida, as novas rotas serão entregues para uso público após o evento.

    Divulgação
  • Estádio Nacional (Abidjan, Costa do Marfim)

    A lista cada vez maior de estádios de última geração do continente africano ganhará mais um representante com o Estádio Nacional de 60.000 lugares em Abidjan, com inauguração prevista para 2020. Como a Copa das Nações Africanas será na Costa do Marfim em 2023, o local sediará a cerimônia de abertura e a partida final do torneio.

    Assembléia-Nacional-da-Costa-do-Marfim
  • 22 Bishopsgate (Londres, Inglaterra)

    O 22 Bishopsgate, atualmente o arranha-céu mais alto de de Londres, finalmente terá sua construção finalizada este ano. Originalmente, o local era ocupado pela torre Pinnacle, antes de as obras serem interrompidas em 2013. A nova estrutura contará com 62 andares a partir da fundação de seu antecessor nunca concluído.

    George-Rex
  • Torres Obispado (Monterrey, México)

    A Torre 1 do conjunto de duas edificações das Torres Obispado, em Monterrey, terá 305 metros e se tornará o primeiro arranha-céu do México, além de tomar o título de edifício mais alto da América Latina da chilena Torre Costanera.

  • Vista Tower (Chicago, Estados Unidos)

    Com a cobertura em construção desde abril de 2019, o Vista Tower, de 363 metros, será concluído em 2020, de modo a oferecer um hotel juntamente a várias residências. O nonvo empreendimento já é o terceiro edifício mais alto de Chicago e o arranha-céu mais alto projetado por uma arquiteta mulher feminina até hoje.

    Harry-Carmichael
  • Rothera Wharf (Antártica)

    As obras para aprimorar o cais da Estação de Pesquisa Rothera da Antártica, que tem como objetivo torná-lo apto a acomodar o novo navio de pesquisa Sir David Attenborough, estão na segunda fase e devem ser concluídas em abril. Com a nova estrutura instalada, as equipes voltarão no final do ano para continuar o trabalho na estação mais larga.

    Antarctic-Survey
  • Varso Place (Varsóvia, Polônia)

    O horizonte de Varsóvia deve mudar drasticamente em 2020 com a conclusão da torre Varso, de 53 andares. Embora o teto do arranha-céu atinja os 230 metros, a inclusão de uma torre de 80 metros na altura oficial do edifício fará dele não apenas o mais alto da Polônia, mas de toda a União Europeia, de modo a conquistar o título que até agora pertence ao Shard London Bridge.

    Lelewski
  • Yachthouse by Pininfarina (Balneário Camboriú, Santa Catarina)

    Com 280 metros de altura e 81 andares, as torres gêmeas do Yachthouse by Pininfarina no Brasil se tornarão os edifícios residenciais mais altos do país quando concluídos e os segundos arranha-céus mais altos da América do Sul.

    Jeferson-Cherobin
  • Orange Line (Lahore, Paquistão)

    A Orange Line (linha laranja) será a primeira do Paquistão e uma das três rotas propostas para a cidade atualmente. Com cerca de 27 quilômetros, o percurso deve atender 250.000 pessoas todos os dias quando tiver sua construção finalizada e entrar em operação ainda este ano.

    Wali-Zahid
  • Banco Comercial da Etiópia (Addis Ababa, Etiópia)

    Em meio à imersão do país como um importante centro africano, a nova sede do Banco Comercial da Etiópia (estatal), com 198 metros de altura, será o edifício mais alto da nação quando for finalizada no fim de 2020.

    Henn
  • World Cup Bridge, Seul (Coreia do Sul)

    Depois de mais de uma década em construção, a World Cup Bridge de Seul, na Coreia do Sul, finalmente será aberta em agosto de 2020. A construção, cujas obras começaram em 2010, estava prevista para acabar em 2015, mas houve um atraso significativo devido a restrições financeiras.

    Divulgação-Seoul-City-Hall

Premier Tower (Melbourne, Austrália)

Alvo da imprensa quando foi proposta pela primeira vez em 2015, a Premier Tower de Melbourne está começando a deixar sua marca na cidade. Inspirada no videoclipe de “Ghost” da artista pop Beyoncé, a fachada curvilínea do arranha-céu desempenha um papel estrutural significativo, já que interrompe as rajadas de vento que poderiam causar o balanço da torre.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).