20 construções impressionantes que serão concluídas em 2020

Divulgação Pasqualotto GT
Torres gêmeas do Yachthouse by Pininfarina em construção no município de Balneário Camboriú, Santa Catarina

No dia 1º de janeiro, o portal online do “The B1M”, canal de vídeo especializado em construção com o maior número de inscritos do YouTube (mais de 850 mil), divulgou a lista das maiores edificações do mundo que serão concluídas em 2020.

De arranha-céus impressionantes a vastos parques e estádios olímpicos em um nível de ambição nunca antes experimentado, este ano promete ser o pontapé de uma nova década com a conclusão de alguns projetos de construção realmente notáveis.

VEJA MAIS: 5 impressionantes arranha-céus em construção pelo mundo

A seleção incluiu um representante brasileiro: as torres gêmeas do Yachthouse by Pininfarina, localizadas em Balneário Camboriú, em Santa Catarina, com 280 metros de altura e 81 andares. Quando concluído, será o edifício residencial mais alto do país.

Veja, na galeria de fotos a seguir, os 20 projetos em andamento mais impressionantes que serão concluídos em 2020:

  • Premier Tower (Melbourne, Austrália)

    Alvo da imprensa quando foi proposta pela primeira vez em 2015, a Premier Tower de Melbourne está começando a deixar sua marca na cidade. Inspirada no videoclipe de “Ghost” da artista pop Beyoncé, a fachada curvilínea do arranha-céu desempenha um papel estrutural significativo, já que interrompe as rajadas de vento que poderiam causar o balanço da torre.

  • Instalação da Expo 2020 Dubai (Dubai, Emirados Árabes Unidos)

    Com extensão de quatro quilômetros quadrados que inclui uma grande área que leva até o metrô de uma das mais importantes dos Emirados Árabes, a instalação do 2020 Expo terá os retoques finais antes da abertura do evento em outubro.

    Com mais de 130 nações apresentando o melhor do desenvolvimento global e pavilhões projetados por alguns dos arquitetos mais renomados do mundo, como Santiago Calatrava, Grimshaw e Foster + Partners, a exposição deve receber mais de 25 milhões de visitantes em seus seis meses de duração.

  • Allegiant Stadium (Las Vegas, Estados Unidos)

    O Allegiant Stadium, projeto de US$ 1,84 bilhão em Las Vegas, será o estádio mais caro já construído quando finalizado, antes da temporada da NFL de 2020. Com capacidade para receber 65.000 espectadores, o local será o lar dos Las Vegas Raiders – que serão realocados para Oakland – e da Universidade de Nevada Las Vegas Rebels.

  • Central Park Tower (New York City, Estados Unidos)

    Após seis anos de construção, o arranha-céu mais alto da Billionaire’s Row, em Nova York, deve ser concluído em 2020. Embora não ostente o título do edifício mais alto da cidade, a Central Park Tower, com 472 metros, ultrapassará o 432 da Park Avenue, localizado nas proximidades, para se tornar o edifício residencial mais alto do mundo.

  • SoFi Stadium (Los Angeles, Estados Unidos)

    O impressionante SoFi Stadium de Los Angeles está, atualmente, em fase de conclusão e deve sediar uma série de shows de alto nível ao longo do verão norte-americano de 2020. Ao se tornar a nova casa dos Los Angeles Rams e dos Los Angeles Chargers, o local de 70.000 lugares promete desempenhar um papel importante nas Olimpíadas de 2028.

  • Australia 108 (Melbourne, Austrália)

    Em novembro de 2019, surgiu o primeiro arranha-céu de Melbourne, o Australia 108, de 100 andares. Construída no antigo pantanal no distrito de Southbank, a impressionante torre apresentará as residências mais altas do hemisfério sul quando for concluída em 2020.

  • Estádio Olímpico de Tóquio (Tóquio, Japão)

    Com a inauguração do New National Stadium em 2019, esse espaço será concluído no início de 2020, antes da cerimônia de abertura olímpica em julho. Toda a atenção está voltada para a capital japonesa, que está construindo uma série de novos espaços e reformando outros que sediaram as Olimpíadas de 1964.

  • Resorts World (Las Vegas, Estados Unidos)

    Parcialmente construído sobre a estrutura original do Echelon Place, um complexo incompleto que foi afetado pela crise financeira global de 2008, o Resorts World, em Las Vegas, de 59 andares, está agora em fase de conclusão. Apesar dos rumores de atrasos, os desenvolvedores por trás do projeto de US$ 4,3 bilhões anunciaram que a inauguração será em 2020, de modo a torná-lo a primeira adição à Strip desde o Cosmopolitan em 2010.

  • Torre PWC (Milão, Itália)

    A PwC Tower, projetada por Daniel Libeskind, vai se tornar o último arranha-céu do ambicioso empreendimento comercial e residencial City Life, em Milão, juntando-se a outros edifícios altíssimos projetados por Zaha Hadid e Arata Isozaki. A estrutura côncava de 175 metros dará lugar ao quarto edifício mais alto da cidade e emergirá como a torre de destaque em um país que não é conhecido por construções desse porte.

  • Circuito Urbano de Hanói (Hanói, Vietnã)

    Em abril de 2020, o Vietnã terá sua primeira incursão como sede de um Grand Prix de Fórmula 1 com a conclusão de um circuito híbrido de 5,5 quilômetros. Ao reunir uma série de estradas públicas convertidas e construídas especificamente para a corrida, as novas rotas serão entregues para uso público após o evento.

  • Estádio Nacional (Abidjan, Costa do Marfim)

    A lista cada vez maior de estádios de última geração do continente africano ganhará mais um representante com o Estádio Nacional de 60.000 lugares em Abidjan, com inauguração prevista para 2020. Como a Copa das Nações Africanas será na Costa do Marfim em 2023, o local sediará a cerimônia de abertura e a partida final do torneio.

  • 22 Bishopsgate (Londres, Inglaterra)

    O 22 Bishopsgate, atualmente o arranha-céu mais alto de de Londres, finalmente terá sua construção finalizada este ano. Originalmente, o local era ocupado pela torre Pinnacle, antes de as obras serem interrompidas em 2013. A nova estrutura contará com 62 andares a partir da fundação de seu antecessor nunca concluído.

  • Torres Obispado (Monterrey, México)

    A Torre 1 do conjunto de duas edificações das Torres Obispado, em Monterrey, terá 305 metros e se tornará o primeiro arranha-céu do México, além de tomar o título de edifício mais alto da América Latina da chilena Torre Costanera.

  • Vista Tower (Chicago, Estados Unidos)

    Com a cobertura em construção desde abril de 2019, o Vista Tower, de 363 metros, será concluído em 2020, de modo a oferecer um hotel juntamente a várias residências. O nonvo empreendimento já é o terceiro edifício mais alto de Chicago e o arranha-céu mais alto projetado por uma arquiteta mulher feminina até hoje.

  • Rothera Wharf (Antártica)

    As obras para aprimorar o cais da Estação de Pesquisa Rothera da Antártica, que tem como objetivo torná-lo apto a acomodar o novo navio de pesquisa Sir David Attenborough, estão na segunda fase e devem ser concluídas em abril. Com a nova estrutura instalada, as equipes voltarão no final do ano para continuar o trabalho na estação mais larga.

  • Varso Place (Varsóvia, Polônia)

    O horizonte de Varsóvia deve mudar drasticamente em 2020 com a conclusão da torre Varso, de 53 andares. Embora o teto do arranha-céu atinja os 230 metros, a inclusão de uma torre de 80 metros na altura oficial do edifício fará dele não apenas o mais alto da Polônia, mas de toda a União Europeia, de modo a conquistar o título que até agora pertence ao Shard London Bridge.

  • Yachthouse by Pininfarina (Balneário Camboriú, Santa Catarina)

    Com 280 metros de altura e 81 andares, as torres gêmeas do Yachthouse by Pininfarina no Brasil se tornarão os edifícios residenciais mais altos do país quando concluídos e os segundos arranha-céus mais altos da América do Sul.

  • Orange Line (Lahore, Paquistão)

    A Orange Line (linha laranja) será a primeira do Paquistão e uma das três rotas propostas para a cidade atualmente. Com cerca de 27 quilômetros, o percurso deve atender 250.000 pessoas todos os dias quando tiver sua construção finalizada e entrar em operação ainda este ano.

  • Banco Comercial da Etiópia (Addis Ababa, Etiópia)

    Em meio à imersão do país como um importante centro africano, a nova sede do Banco Comercial da Etiópia (estatal), com 198 metros de altura, será o edifício mais alto da nação quando for finalizada no fim de 2020.

  • World Cup Bridge, Seul (Coreia do Sul)

    Depois de mais de uma década em construção, a World Cup Bridge de Seul, na Coreia do Sul, finalmente será aberta em agosto de 2020. A construção, cujas obras começaram em 2010, estava prevista para acabar em 2015, mas houve um atraso significativo devido a restrições financeiras.

Premier Tower (Melbourne, Austrália)

Alvo da imprensa quando foi proposta pela primeira vez em 2015, a Premier Tower de Melbourne está começando a deixar sua marca na cidade. Inspirada no videoclipe de “Ghost” da artista pop Beyoncé, a fachada curvilínea do arranha-céu desempenha um papel estrutural significativo, já que interrompe as rajadas de vento que poderiam causar o balanço da torre.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).