Camarotes famosos de Carnaval fazem aniversário e investem em renovação; veja fotos históricas

Divugação
O palco e a iluminação do Camarote Salvador evidenciam a tecnologia implantada para receber DJs internacionais

Os dois espaços de maior destaque do Carnaval brasileiro, Camarote N1, na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro, e Camarote Salvador, na Bahia, fazem aniversários significativos em 2020. São três décadas de comemorações do espaço carioca e duas do baiano. Apesar de tanto tempo, ambos continuam firmes em suas posições na vanguarda entre os eventos mais procurados na época da folia. Ímãs de artistas, autoridades e foliões que buscam experiências VIP, os camarotes oferecem o melhor do conforto, cenografia e atrações nacionais e internacionais para não decepcionar o público.

“Embora já existissem outros camarotes na Sapucaí, esse modelo midiático, de gente famosa, de todo mundo falar, foi o primeiro”, conta o empresário José Victor Oliva, responsável pela primeira edição do Camarote N1, na Sapucaí, em 1990. O nome, no entanto, já foi Camarote Nº 1, batizado pelo slogan da cerveja Brahma muito porque a própria ideia de criar a festa nasceu dentro de uma antiga fábrica da bebida, bem ao lado do sambódromo projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, onde Oliva tinha reuniões de trabalho. Hoje, ingressos disputados (que começaram a ser vendidos apenas em 2017), custam a partir de R$ 2.100, mas a primeira edição foi exclusivíssima, com apenas 100 convidados, entre artistas e autoridades.

VEJA MAIS: 8 dos camarotes de Carnaval mais luxuosos de 2019

Em comemoração aos 30 anos, o espaço ganhará uma área significativamente ampliada, sem aumentar de forma considerável o número de visitantes, que gira em torno de 2.500 por dia de festa. Segundo Oliva, será acrescentada apenas uma área VIP, com capacidade para apenas 40 pessoas. A cenografia é outra novidade: com projeto dirigido por Carlos Pazetto, promete grandiosidade e mudança de perspectiva do camarote, uma vez que o diretor criativo domina luxo, arte e moda. “Acho que a ideia está relacionada a como você vê as paredes, os lugares, as cores, as luzes. Desde a frente há uma sensação de que se está chegando em um novo camarote”, explica ele.

O N1 atrai uma lista invejável de visitantes famosos. Já pularam Carnaval lá personalidades como Madonna, Roberto Carlos, Pelé e Silvio Santos, entre muitos outros. Sem surpresa, o camarote já presenciou uma miríade de fatos divertidos (e até polêmicos). Oliva lembra de quando um fotógrafo passou três horas tirando fotos de Gisele Bündchen sem parar, apenas para testar se a modelo “sairia mal” em alguma delas. “Ela chama tanto a atenção que já chegou até mesmo a atrapalhar um desfile de uma escola de samba!”, relata.

Após um longo período à frente do negócio, no que diz respeito aos próximos anos o empresário afirma que continuará sempre presente, mas pretende deixar o controle maior nas mãos de seus sócios, Álvaro Garnero e Flávio Sarahyba. Quanto ao investimento de R$ 12 milhões, Oliva não deixa dúvidas de que o camarote permanecerá em posição de destaque. “A gente não pode deixar de investir no ambiente, para que ele continue sendo bom. Fazemos de tudo e mais um pouco para ser um evento perene, que daqui 30 anos ainda esteja lá.”

A marca N1, que além do camarote já organiza eventos como a Feijoada N1, que terá sua segunda edição neste ano, em 22 de fevereiro, o Réveillon N1, em Itacaré, e detém um hotel e um beach club, tem planos de operar em festas de São João e Halloween ainda em 2020. Os desfiles do Grupo Especial de escolas de samba do Rio de Janeiro serão nos dias 23, 24 e 29 de fevereiro, e o bem localizado camarote contará com atrações como Dinho Ouro Preto, Samuel Rosa, Luiza Sonza, Pedro Sampaio e Alok, além da presença da embaixadora Sabrina Sato.

Veja, na galeria a seguir, imagens históricas do Camarote N1:

  • Camila Pitanga na quinta edição do Camarote N1, em 1994

  • Emerson FitRollings, ex- automobilista e empresário e Ron Wood, guitarrista dos Rolling Stones aproveitaram a folia de 1996, ainda no início do camarote

  • Em 1998, Tom Cavalcanti e Miguel Falabella fizeram parte do Carnaval do Camarote N1

  • O ator, fisiculturista, empresário e político Arnold Schwarzenegger esteve presente no camarote em 2001, com sua esposa na época Maria Shriver

  • Domenico Dolce e Stefano Gabanna, fundadores da renomada marca, visitaram o espaço carnavalesco em 2003

  • A topmodel Gisele Bündchen marcou presença no Carnaval do N1 em 2004

  • Em 2008, o camarote recebeu o empresário, arranjador vocal e produtor musical Quincy Jones

  • Paola Oliveira, Gerard Butler, Madonna e Rodrigo Santoro foram algumas das personalidades de destaque que participaram do Carnaval N1 em 2010

  • No último Carnaval, Bruna Marquezine foi uma das convidadas ilustres do Camarote N1

Camila Pitanga na quinta edição do Camarote N1, em 1994

Camarote Salvador

O Camarote Salvador surgiu em 2001, quando os fundadores Paulo Góes e Luís Eduardo Magalhães Filho identificaram a necessidade de criar um espaço com conforto para a folia da cidade, caracterizada pelo Carnaval de trios elétricos. “Os blocos de Carnaval explodiram no boom do axé, só que a comodidade desapareceu porque não havia condições de pegar bebida no carro de apoio, ou, por exemplo, usar um banheiro. A gente percebeu isso como uma oportunidade de fazer com que as pessoas vissem os desfiles em uma estrutura mínima de conforto”, diz Góes.

Situado anteriormente no Salvador Praia Hotel, que batizou seu nome, o camarote começou com uma proposta para 700 pessoas. Segundo o empresário, logo no primeiro ano houve uma forte aceitação do público por conta do serviço all inclusive, com open bar e buffet diversificado. Com o aumento da procura, o espaço carnavalesco migrou em 2007 para a Prefeitura de Aeronáutica de Salvador e, em 2011, instalou-se em sua atual localização, na Praça Luis Antonio Sande Oliveira. Hoje, são recebidos em torno de 5.000 visitantes por dia.

VEJA TAMBÉM: Após dezoito anos, Camarote Salvador troca cerveja patrocinadora

Apesar do sucesso das atrações brasileiras, houve uma crescente demanda por DJs internacionais, de modo a impulsionar um desenvolvimento estrutural e de serviço ainda maior, com investimento atual de R$ 15 milhões. “Em 2005 identificamos um grande interesse por estes artistas e, para trazê-los, era necessário implantar tecnologia, tanto de iluminação quanto de sonorização e isso tudo aumentou a força do produto”, relata Góes. David Guetta e Steve Aoki são alguns nomes de destaque do gênero que já marcaram presença no camarote, além de celebridades como Neymar, Alessandra Ambrósio e Paris Hilton.

Divugação
Paris Hilton foi uma das atrações do Camarote Salvador no Carnaval de 2018

A 20ª edição da festa trará como novidade apresentações de dança de três minutos de grupos periféricos, áreas instagramáveis e cenografia também dirigida por Carlos Pazetto, que trabalhará com a estrutura temporária do espaço. “Sempre buscamos fechar os tubos, essa construção em geral, mas a ideia desta vez é descortinar isso ao se apropriar desses elementos, o que hoje é uma tendência mundial”, conta Luciana Villas-Bôas, diretora da Premium Entretenimento, que produz o camarote.

Apesar da data comemorativa, ela diz que a intenção não é fazer disso o foco. “A gente não quis trabalhar muito um clichê de aniversário de 20 anos até porque é entretenimento, então, tem que ser um produto que vai ficar sempre jovem. Eu digo que deve ser o primeiro ano dos próximos 20”, afirma.

Em 2020, a festa no camarote será de 20 a 25 de fevereiro, com ingresso avulso no valor de até R$ 2.400 e pacote de seis noites que pode passar de R$ 10 mil. O line-up composto por mais de 60 atrações, como Martin Garrix, Vintage Culture, Banda Eva e Thiaguinho, junto a um buffet de mais de 20 pontos, open bar, customização, espaço beauty e spa garantem diversão full-time.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).