CEO diz que segue à frente da Eletrobras após convite

Ueslei Marcelino/Reuters
Wilson Ferreira Jr., em entrevista em Brasília, em 27/3/2018

O presidente-executivo da estatal Eletrobras, Wilson Ferreira Jr., foi convidado pelo governo de Jair Bolsonaro para continuar no comando da estatal e aceitou a oferta. O CEO da elétrica contou que o convite foi feito pelo ministro de Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque.

LEIA MAIS: Eletrobras vende distribuidora e assume R$13 bi em dívida

“Ele me convidou para ficar… disse a ele que fico e estou feliz com isso… Estamos conversando quase toda semana sobre a Eletrobras”, afirmou Ferreira. O executivo sinalizou anteriormente que pretendia continuar no posto, caso Bolsonaro apoiasse um projeto de desestatização da companhia proposto pelo ex-presidente Michel Temer.

Nesta quarta-feira, durante cerimônia de transmissão de cargo, o ministro de Minas e Energia do governo Bolsonaro disse que sua gestão “dará prosseguimento ao processo em curso de capitalização da Eletrobras”, sem detalhar.

“O modelo de capitalização da Eletrobras ainda vamos conversar na semana que vem. Eu não tinha clareza absoluta sobre o processo de capitalização. Esse processo de capitalização é necessário, mas o nível que ele vai ter, ainda precisamos conversar”, disse Ferreira, à Reuters.

Diante da declaração de Albuquerque e da notícia sobre a permanência de Ferreira, a ação ordinária da Eletrobras disparou mais de 20 por cento, maior alta do Ibovespa nesta quarta-feira.

Já está disponível no aplicativo ForbesBrasil a edição 64 com a lista Under30.
Baixe o app na Play Store ou na App Store.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).