Ibovespa fecha em queda com setor financeiro

Reuters
O Ibovespa caiu 0,25%, a 108.423,93 pontos

O Ibovespa fechou em leve queda hoje (25), pressionado pelo setor financeiro e realização de lucros, que compensaram noticiário favorável em relação à negociação comercial EUA-China e fortes ganhos das ações de proteínas diante de expectativas de mudança nas tarifas de importação de carne por Pequim.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa caiu 0,25%, a 108.423,93 pontos. O volume financeiro alcançou R$ 16 bilhões.

LEIA MAIS: Ibovespa fecha na máxima do dia com ânimo sobre China-EUA

O declínio veio após o Ibovespa fechar a sexta-feira (22) em alta de 1,11%, a 108.692,28 pontos, na máxima da sessão, acumulando ganho semanal de 2%.

Nem o noticiário externo mais favorável em relação às relações comerciais entre Washington e Pequim, que renovou esperanças de uma resolução de um acordo ‘Fase 1’ entre os gigantes econômicos, evitou o desempenho negativo.

Em Wall Street, por sua vez, o S&P 500 fechou em alta de 0,75%, renovando máxima história.

Mesmo com a alta na semana passada, que ajudou a colocar o Ibovespa no azul em novembro, o gestor Werner Roger, sócio-fundador da Trígono Capital, não descarta um efeito negativo no fluxo de estrangeiros em razão dos eventos na América Latina.

Vários países da região têm sido palco de manifestações civis, em meio ao descontentamento com ações de governos locais. Os protestos deixaram claro o descontentamento da população na região com medidas de austeridade.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).