Moedas seguras saltam após ataque aéreo dos EUA no Iraque

Kim Thoa Vo/EyeEm/GettyImages
Kim Thoa Vo/EyeEm/GettyImages

Preços do petróleo e do ouro disparavam depois que o major-general iraniano Qassem Soleimani e o comandante da milícia iraquiana Abu Mahdi al-Muhandis foram mortos no ataque

Moedas consideradas seguras, como o iene japonês, saltavam a máximas em meses hoje (3), depois que ataques aéreos dos EUA ao aeroporto de Bagdá mataram um alto oficial militar iraniano.

Os Treasuries (títulos públicos emitidos pelo governo federal dos EUA), os preços do petróleo e o ouro disparavam depois que um porta-voz da milícia iraquiana disse à Reuters que o major-general iraniano Qassem Soleimani e o comandante da milícia iraquiana Abu Mahdi al-Muhandis foram mortos no ataque.

VEJA TAMBÉM: Petróleo sobe mais de 4% após ataque dos EUA matar chefe de força de elite do Irã

O Pentágono confirmou o ataque, dizendo que Soleimani estava desenvolvendo ativamente planos para atacar norte-americanos no Iraque e no Oriente Médio.

O iene japonês atingiu uma máxima em dois meses de 107,92 em relação ao dólar e subia 0,5% no dia.

A alta no iene gerou uma liquidação no rand sul-africano, que cedia quase 2% de seu valor contra o dólar, e uma disparada no dólar de Hong Kong, que subiu para a máxima de dois anos e meio.

O franco suíço, outra moeda considerada segura, subiu para a máxima de quatro meses de 1,0824 em relação ao euro. O dólar atingiu a máxima de uma semana em relação ao euro.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).