Argentina suspende vistos devido ao coronavírus

Dario Hayashi/GettyImages
Dario Hayashi/GettyImages

A decisão do governo argentino, publicada no Diário Oficial, veio um dia depois da Organização Mundial da Saúde (OMS) qualificar o coronavírus como pandemia

A Argentina suspendeu hoje (12), de maneira temporária, a emissão de vistos para pessoas provenientes de China, Estados Unidos, Coreia do Sul, Japão, Irã, Reino Unido, União Europeia e os países da área Schengen para evitar o avanço dos casos de coronavírus no país sul-americano.

A decisão do governo argentino, publicada no Diário Oficial, veio um dia depois da Organização Mundial da Saúde (OMS) qualificar o coronavírus como pandemia.

VEJA TAMBÉM: Tudo sobre coronavírus

“A propagação rápida do novo coronavírus (Covid-19) em nível mundial motivou a Direção Nacional de Migrações a tomar medidas vinculadas à prevenção do contágio do vírus na República Argentina”, explicou o organismo migratório na publicação.

Por sua vez, o governo da cidade de Buenos Aires, a capital argentina, anunciou também hoje que proibirá a presença do público em eventos esportivos, assim como a realização de atividades que concentrem pessoas, para evitar contágios de coronavírus, segundo a agência estatal local Télam.

Segundo dados do Ministério da Saúde argentino atualizados até ontem (11), foram registrados 21 casos de coronavírus no país, todos em pessoas que viajaram ao exterior nas últimas semanas, em particular à Europa. Entre elas, uma pessoa faleceu.

Na véspera, o Ministério do Turismo e dos Esportes argentino suspendeu quatro eventos esportivos internacionais como medida preventiva contra a doença.

Mais de 119.100 pessoas já foram infectadas pelo coronavírus em todo o mundo e 4.298 morreram, a grande maioria na China, segundo uma contagem de ontem da Reuters.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).