BC reduz compulsórios mais uma vez e prevê liberação de R$ 68 bilhões na economia

Pilar Olivares/Reuters
Em fevereiro, o BC já havia anunciado uma redução do recolhimento compulsório dos bancos sobre depósitos a prazo

O Banco Central reduziu hoje (23) a alíquota do compulsório sobre recursos a prazo de 25% para 17%, prevendo uma liberação de R$ 68 bilhões na economia a partir do dia 30 de março.

Em nota, a autoridade monetária ressaltou que a investida é temporária e integra conjunto de ações para minimizar os impactos do coronavírus sobre a economia brasileira.

LEIA MAIS: Tudo sobre o coronavírus

“Em 14 de dezembro, caso a economia tenha atravessado a pandemia do Covid-19, a alíquota do compulsório sobre recursos a prazo será recomposta ao patamar anterior de 25%”, disse o BC.

Em 20 de fevereiro, o BC já havia anunciado uma redução do recolhimento compulsório dos bancos sobre depósitos a prazo e um ajuste em regra de exigência de liquidez das instituições que juntos abriram caminho para liberação de R$ 135 bilhões, valendo a partir de março.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).