China lançará nave espacial experimental no próximo mês

Divulgação
A atual espaçonave Shenzhou: a nova sonda será ainda maior

A China pretende lançar uma sonda espacial experimental sem tripulação em abril, como parte de um programa mais amplo de voos para transportar astronautas para uma futura estação espacial, informou a mídia estatal do país.

A sonda está programada para ser lançada no voo inaugural do foguete de transporte Longa Marcha 5B da província de Hainan, informou a agência de notícias oficial Xinhua, citando a agência espacial da China. O lançamento está marcado para a segunda quinzena de abril.

A sonda está sendo desenvolvida para a operação da estação espacial chinesa e a futura exploração espacial tripulada, disse a Xinhua. Será maior que a atual espaçonave Shenzhou e também será reutilizável.

LEIA MAIS: A universidade que ensina a colonizar o espaço

“A missão testará as principais tecnologias da nova nave, como o controle de sua reentrada na atmosfera, proteção contra o calor e tecnologia de recuperação”, disse Yang Qing, que projetou a espaçonave na Academia de Tecnologia Espacial da China.

A missão estabelecerá as bases para o desenvolvimento de transporte de futuros astronautas para a estação espacial chinesa, acrescentou Yang.

A China pretende concluir uma estação espacial com vários módulos por volta de 2022.

O país asiático fez da exploração espacial uma prioridade nos últimos anos, enquanto tenta alcançar a Rússia e os Estados Unidos e se tornar uma grande potência espacial até 2030.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).