Ano Novo Chinês irá deslocar 385 milhões de pessoas

Com sete vezes o número de pessoas do maior evento dos EUA, o Festival da Primavera é a maior celebração do planeta

Redação
Compartilhe esta publicação:

A China celebrará o início de um novo ano nesta sexta-feira (16), dando início a um movimento responsável pela maior migração do planeta. Também conhecido como Festival da Primavera ou Ano Novo Lunar, os chineses saem de férias na ocasião: em 2018, Ano do Cão, estima-se que 385 milhões de pessoas deixarão as grandes cidades para visitar suas famílias nas partes rurais, um aumento de 12% em comparação ao ano passado, segundo o China News.

Acessibilidade


LEIA MAIS: 10 cidades mais visitadas do mundo

É possível observar a magnitude do Ano Novo Chinês ao compará-lo com o maior evento dos Estados Unidos, o feriado de Ação de Graças, que mobilizou 50,9 milhões de viajantes em 2017 – o volume de pessoas é sete vezes maior no país asiático. A celebração também ultrapassa as maiores peregrinações do mundo, incluindo a Arba’een, que envolveu 40 milhões de pessoas em 2016, e a Hajj, que recebeu 2 milhões de peregrinos em Meca no ano passado.

Veja, na galeria de fotos a seguir, 5 eventos que geram as maiores migrações:

  • Getty Images

    5) Hajj – Arábia Saudita
    Número de viajantes em 2017: 2,2 milhões

  • Getty Images

    4) Kumbh Mela* – Índia
    Número de viajantes em 2013: 30 milhões

    Inscreva-se para receber a nossa newsletter
    Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

    *O evento está de acordo com o calendário Hindu e ocorre a cada 12 anos

  • Getty Images

    3) Peregrinação Arba’een – Iraque
    Número de viajantes em 2016: 40 milhões

  • Getty Images

    2) Ação de Graças – Estados Unidos
    Número de viajantes em 2017: 50,9 milhões

  • Getty Images

    1) Ano Novo Chinês – China
    Número de viajantes em 2018: 385 milhões*

    *Previsão para este ano

Getty Images

5) Hajj – Arábia Saudita
Número de viajantes em 2017: 2,2 milhões

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected])

Compartilhe esta publicação: