Elon Musk fica US$ 13 bilhões mais rico na semana

Picture Alliance/GettyImages
Picture Alliance/GettyImages

As ações da Tesla subiram 19% entre o fechamento do mercado na sexta-feira, 11 de setembro e ontem (18)

Enquanto o CEO da Tesla, Elon Musk, se preparava para anunciar as mais recentes inovações da empresa em um evento chamado “Battery Day”, programado para 22 de setembro, os investidores mais uma vez elevaram o preço das ações da fabricante de carros elétricos, com a adição de US$ 13 bilhões ao patrimônio líquido de Musk nesta última semana.

As ações da Tesla subiram 19% entre o fechamento do mercado na sexta-feira, 11 de setembro e ontem (18), recuperando-se da forte queda de 21% nas ações em 8 de setembro, quando a Tesla foi inesperadamente excluída da S&P 500 pelo comitê do índice.

VEJA TAMBÉM: Os 10 bilionários que mais perderam dinheiro na última semana

Em 11 de setembro, Musk tuitou que “muitas coisas interessantes” serão anunciadas no evento do Battery Day. Os analistas têm especulado sobre quais podem ser os anúncios. Adam Jonas, do Morgan Stanley, disse em uma nota que revelações como uma bateria de “um milhão de milhas” (1,6 milhão de quilômetros) ou um grande salto na capacidade de produção da bateria podem “mudar a narrativa” da empresa. O analista da Wedbush, Daniel Ives, disse em nota anteontem que a Tesla poderia reduzir seu custo de produção abaixo da casa dos US$ 100 por quilowatt-hora, o que permitiria à empresa ser mais lucrativa.

Além de um potencial salto na fabricação de baterias, Ives apontou para números mais fortes de vendas na China como uma área de crescimento para a montadora, com a estimativa de que os consumidores chineses poderiam representar 40% do mercado da Tesla no início de 2022. As ações da fabricante de automóveis continuaram subindo na sexta-feira e terminaram o dia com alta de mais de 4%.

Musk não é do setor de carros elétricos a apresentar ganhos. Wang Chuanfu, cofundador da maior fabricante de veículos elétricos da China, BYD, enriqueceu US$ 2,3 bilhões esta semana, com as ações da empresa subindo 35%. A BYD deu um grande salto no ano passado e mais do que dobrou de valor depois que lançou uma bateria sem cobalto de custo mais baixo em janeiro. A companhia chinesa também lançou seu primeiro sedan em julho de 2019 e garantiu um contrato em agosto para fornecer ônibus elétricos ao sistema de trânsito do estado da Califórnia.

O cofundador da Oracle, Larry Ellison, também recebeu um impulso esta semana, com a adição de US$ 4 bilhões ao seu patrimônio líquido após anunciar que sua empresa obteria uma participação minoritária no controverso aplicativo de mídia social TikTok, que é de propriedade da chinesa ByteDance –o movimento ainda está com aprovação pendente dos Estados Unidos. Os senadores Republicano dos EUA, incluindo Marco Rubio e John Cornyn, escreveram uma carta ao presidente Donald Trump se opondo ao negócio, preocupados com o fato de que a ByteDance ainda teria uma participação majoritária no negócio. Enquanto o governo Trump pondera sua decisão sobre o acordo da Oracle, a Casa Branca anunciou que o TikTok e o aplicativo de bate-papo chinês WeChat serão banidos das lojas de aplicativos dos EUA a partir de amanhã, 20 de setembro.

E AINDA: Elon Musk se torna a quinta pessoa do mundo a ter mais de US$ 100 bi

Outra empresa que teve uma grande semana foi a gigante de investimentos japonesa SoftBank, que anunciou no último domingo (13) a venda da fabricante britânica de microchips Arm para a concorrente Nvidia por US$ 40 bilhões. Os investidores aprovaram a mudança, o que ajudou a impulsionar o patrimônio líquido do CEO e fundador da SoftBank, Masayoshi Son, em US$ 3,4 bilhões entre 11 e 18 de setembro. Jensen Huang, CEO e cofundador da Nvidia, não registrou nenhuma variação em seu patrimônio líquido. No entanto, depois de um ano de muito sucesso para a empresa de Huang, que expandiu os negócios para o ramo de data center, seu patrimônio quase triplicou em relação ao ano passado, com fortuna agora avaliada em US$ 11,6 bilhões.

Veja, na galeria de fotos a seguir, os 10 bilionários que mais ganharam na semana:

  • 10. Goh Cheng Liang

    Patrimônio: US$ 18,7 bilhões
    Ganhos da semana: US$ 1,5 bilhão
    País: Singapura
    Fonte da fortuna: Fabricante de tintas

    Reprodução/Forbes
  • 9. Wang Chuanfu

    Patrimônio: US$ 9,4 bilhões
    Ganhos da semana: US$ 1,9 bilhão
    País: China
    Fonte da fortuna: Veículos elétricos

    China Photos/ Getty Images
  • 7. Eric Yuan e família

    Patrimônio: US$ 19,4 bilhões
    Ganhos da semana: US$ 2,4 bilhões
    País: Estados Unidos
    Fonte da fortuna: Zoom

    Kena Betancur/Getty mages
  • 7. Larry Xiangdong Chen

    Patrimônio: US$ 11,8 bilhões
    Ganhos da semana: US$ 2,4 bilhões
    País: China
    Fonte da fortuna: Educação

    Reprodução/Forbes
  • 6. Zuo Hui

    Patrimônio: US$ 17,2 bilhões
    Ganhos da semana: US$ 2,9 bilhões
    País: China
    Fonte da fortuna: Serviços imobiliários

    VCG/Getty Images
  • 4. Masayoshi Son

    Patrimônio: US$ 31,6 bilhões
    Ganhos da semana: US$ 3,4 bilhões
    País: Japão
    Fonte da fortuna: Softbank

    GettyImages
  • 4. Amancio Ortega

    Patrimônio: US$ 69,1 bilhões
    Ganhos da semana: US$ 3,4 bilhões
    País: Espanha
    Fonte da fortuna: Zara

    GettyImages
  • 3. Larry Ellison

    Patrimônio: US$ 78,9 bilhões
    Ganhos da semana: US$ 4 bilhões
    País: Estados Unidos
    Fonte da fortuna: Oracle

    Picture Alliance/GettyImages
  • 2. Fan Hongwei e família

    Patrimônio: US$ 15,9 bilhões
    Ganhos da semana: US$ 6,8 bilhões
    País: China
    Fonte da fortuna: Petroquímica

    Reprodução/Forbes
  • 1. Elon Musk

    Patrimônio:US$ 92,4 bilhões
    Ganhos da semana: US$ 13 bilhões
    País: Estados Unidos
    Fonte da fortuna: Tesla

    Picture-Alliance/GettyImages

10. Goh Cheng Liang

Patrimônio: US$ 18,7 bilhões
Ganhos da semana: US$ 1,5 bilhão
País: Singapura
Fonte da fortuna: Fabricante de tintas

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).