Embraer coloca funcionários em afastamento temporário para protegê-los do coronavírus

Fabricante de aeronaves informou que apenas "algumas operações essenciais" serão mantidas.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Paulo Whitaker/Reuters

As medidas abrangem todas as unidades da empresa no Brasil

Acessibilidade


A fabricante de aeronaves Embraer decidiu colocar todos os seus empregados no Brasil que não podem trabalhar remotamente em afastamento remunerado até 31 de março, informou a empresa ontem (22), acrescentando que apenas “algumas operações essenciais” serão mantidas.

As medidas estão sendo tomadas para proteger os funcionários do coronavírus, e abrangem todas as unidades da empresa no Brasil, informou a Embraer em comunicado. A decisão foi tomada ontem.

LEIA MAIS: Tudo sobre o coronavírus

A terceira principal fabricante de aviões do mundo também informou que tomará uma decisão em breve sobre a implementação de medidas semelhantes em outros países em que opera.

A empresa trabalhará com os governos locais e sindicatos nos próximos dias para decidir sobre os próximos melhores passos para “proteger os funcionários… e, ao mesmo tempo, proteger o nosso negócio, de forma que todos sofram o menor impacto possível”, disse.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: