Mercado Livre e PayPal anunciam integração em pagamentos no Brasil e no México

ReutersConnect/Fabrizio Bensch
ReutersConnect/Fabrizio Bensch

Segundo as companhias, com a integração, cerca de 346 milhões de clientes do PayPal poderão comprar produtos em cerca de 500 mil vendedores do Mercado Livre online

O Mercado Livre e o PayPal anunciaram hoje (30) a integração dos serviços de meios de pagamento das companhias no Brasil e no México.

Até meados de agosto, o PayPal estará disponível nos dois países como opção de pagamento para o comércio online que aceita Mercado Pago, braço de pagamentos do Mercado Livre.

Leia mais: Forbes promove primeiro webinar sobre Saúde Mental nas empresas. Participe

Segundo as companhias, com a integração, cerca de 346 milhões de clientes do PayPal poderão comprar produtos em cerca de 500 mil vendedores do Mercado Livre online.

A diretora sênior do PayPal no Brasil, Paula Paschoal, disse à Reuters que a escolha pelos dois países deveu-se ao tamanho dos mercado e também “por ambos terem uma população muito grande de desbancarizados”.

Na prática, brasileiros e mexicanos que acessarem o Mercado Livre de outros países poderão usar o PayPal como meio de pagamento nas compras. E estrangeiros que fizerem compras no marketplace do Mercado Livre de qualquer lugar com entrega no Brasil e no México também poderão usar o PayPal para pagamento.

Num primeiro momento, a parceria estará disponível apenas para transações realizadas via web, via celular ou computador, e será disponibilizada via app até o fim de setembro. Para os vendedores do Mercado Pago, o PayPal estará disponível com um novo meio de pagamento via check-out online.

Leia também: Fintech Ebanx expande operações para o Uruguai

Em dezembro passado, o Mercado Livre já havia permitido que usuários de seu serviço de pagamentos Mercado Pago no Brasil e no México fizessem transações no restante do mundo pelo PayPal, meses após esta ter se comprometido a investir US$ 750 milhões no Mercado Livre.

Segundo o vice-presidente do Mercado Pago, Tulio Oliveira, a parceria deve se aprofundar nos próximos meses, para incluir cada vez mais transações, incluindo remessas internacionais, por exemplo. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).