Produção industrial da zona do euro cai mais do que o esperado em dezembro

REUTERS/DavidGray
REUTERS/DavidGray

O índice de produção de países do bloco caiu 1,6% no comparativo mensal e 0,8% no anual

A produção industrial da zona do euro encolheu mais do que o esperado em dezembro, pressionada pela queda na fabricação de bens de capitais e de consumo não durável, segundo dados de hoje (15) que confirmaram a contração econômica da zona do euro no quarto trimestre.

O escritório de estatísticas da União Europeia, Eurostat, disse que a produção nos 19 países que compartilham o euro caiu 1,6% no comparativo mensal e 0,8% no comparativo anual, já que grande parte da economia foi fechada para evitar a propagação do coronavírus. Economistas ouvidos pela Reuters esperavam queda de 1% na comparação mensal e de 0,3% anualmente.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A produção de bens de capital, usada para investimentos, recuou 3,1% no mês e na comparação anual, enquanto a produção de bens de consumo não duráveis, geralmente alimentos ou roupas, recuou 0,6% no mês e 3,9% no ano. Por outro lado, houve um aumento da produção em bens intermediários e bens de consumo duráveis.

O Eurostat estimou no início deste mês que a economia da zona do euro contraiu 0,7% no trimestre, para uma queda de 5,1% no comparativo anual, e economistas esperam outra queda do PIB nos primeiros três meses deste ano em meio a contínuos bloqueios econômicos. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).