Ucrânia quer embargo total à energia russa, diz parlamentar

KIEV (Reuters) – A Ucrânia espera que a União Europeia imponha um embargo ao gás natural e ao petróleo russos e quer que a Ucrânia e a Europa “abandonem completamente os recursos energéticos russos”, disse.

Compartilhe esta publicação:

KIEV (Reuters) – A Ucrânia espera que a União Europeia imponha um embargo ao gás natural e ao petróleo russos e quer que a Ucrânia e a Europa “abandonem completamente os recursos energéticos russos”, disse nesta quinta-feira um membro de alto escalão do Parlamento ucraniano.

Acessibilidade


Andriy Gerus, que dirige o Comitê de Energia e Serviços Públicos do Parlamento, disse esperar que o abastecimento de combustível na Ucrânia melhore em meados de maio e que o país tinha um excedente de carvão. Ele esperava que Kiev tivesse que começar a importar gás natural novamente durante o verão para encher as instalações de armazenamento para a próxima estação de aquecimento.

“Assim que os países europeus deixarem de comprar gás russo, teremos o prazer de deixar de transitar para a Europa”, disse ele em um briefing online.

“Apoiamos o embargo (da UE) tanto ao petróleo e produtos petrolíferos, quanto ao gás e ao carvão, e esperamos chegar a isso com o tempo, que a Ucrânia e a Europa abandonem completamente os recursos energéticos russos.”

(Reportagem de Natalia Zinets)

Compartilhe esta publicação: