CEO-DJ do Goldman Sachs vai se apresentar no Lollapalooza em Chicago

Joe Walsh
Compartilhe esta publicação:
Craig Barritt/Getty Images
Craig Barritt/Getty Images

DJ D-Sol – também conhecido como o CEO do Goldman Sachs – em um evento no Fontainebleau Hotel de Miami Beach, em 2020

Acessibilidade


O CEO do Goldman Sachs, David Solomon – que é DJ em seu tempo livre – está entre as dezenas de atrações musicais programadas para se apresentar no Lollapalooza em Chicago.

Solomon está listado na programação deste ano, confirmado pelo Goldman Sachs que disse à Forbes que seu CEO irá se apresentar no festival.

Os organizadores do Lollapalooza não especificaram quando ele subirá ao palco durante o festival, que acontecerá no Grant Park de Chicago no final de julho, com participação do Metallica, Dua Lipa, Green Day e Machine Gun Kelly.  

Carreira do CEO do Goldman Sachs como DJ

Solomon trabalha no Goldman Sachs há mais de duas décadas e lidera o banco de 153 anos desde 2018, quando sucedeu o CEO Lloyd Blankfein. Sua carreira de DJ de música eletrônica antecede seu tempo no comando do banco. Ele se apresenta periodicamente desde 2017, sob o nome artístico de “DJ D-Sol”, e lança músicas originais em uma conta do Spotify com mais de 600 mil ouvintes mensais. 

Seus shows anteriores incluem uma conferência da Amazon em 2019, uma festa no Super Bowl no mês passado e um show do Chainsmokers em 2020 nos Hamptons. Em 2018, Solomon fundou a Payback Records, uma gravadora que canaliza toda a receita de seus lançamentos para a caridade.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

VEJA TAMBÉM: Empreender em várias áreas pode trazer felicidade

Tocar em shows parece um trabalho incomum para o CEO de um dos maiores bancos de investimento dos Estados Unidos, mas pode ser que tenha algo intencional por trás. “David sempre acreditou que ter uma ampla gama de interesses externos leva a uma vida equilibrada e contribui para uma carreira melhor. Ele prega isso regularmente para os funcionários mais jovens na empresa e tenta liderar pelo exemplo”, disse o porta-voz do Goldman Sachs, Jake Siewert, ao Times em 2017.

Compartilhe esta publicação: