Promotoria revisa acusação contra Kevin Spacey

Mais de 30 homens alegaram ser vítimas de má conduta sexual por parte do ator

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images

A natureza e origem da acusação de assédio sexual sob análise das autoridades do condado de Los Angeles não foi divulgada pela promotoria

Acessibilidade


A Promotoria Pública do Condado de Los Angeles decidiu revisar acusação de assédio sexual contra o ator vencedor de prêmios Oscar Kevin Spacey, disse hoje (11) um porta-voz do promotor.

LEIA MAIS: O preço do assédio: 7 casos em que abusos sexuais renderam grandes prejuízos financeiros

O departamento de polícia apresentou resultados de sua investigação sobre o tema para a promotoria pública na última semana, cinco meses depois de Spacey ter sido demitido da série da Netflix “House of Cards” por alegações de má conduta sexual.

“Um caso foi apresentado em 5 de abril pelo Departamento de Xerife de Los Angeles”, disse o porta-voz da promotoria Greg Risling por email à Reuters. “Está sob revisão.”

Uma porta-voz do ator, Laura Johnson, não quis comentar o assunto.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A natureza e origem da acusação de assédio sexual sob análise das autoridades do condado de Los Angeles não foi divulgada pela promotoria.

Mais de 30 homens disseram que foram vítimas de comportamento sexuais indesejados por parte Spacey, uma das mais importantes figuras de Hollywood a ser acusada publicamente de má conduta sexual desde que acusações contra o produtor Harvey Weinstein desencadearam o movimento #MeToo nas redes sociais.

Compartilhe esta publicação: