A palavra mais usada por pessoas bem-sucedidas

GettyImages
Não devemos nos prender a observar apenas as principais características e princípios de vida das pessoas bem-sucedidas, mas também pequenos hábitos

Nós sabemos muitas coisas sobre pessoas de sucesso. Estudamos suas rotinas matinais, hábitos físicos, cronograma de trabalho e a linguagem da comunicação formal via e-mail. Nós os tomamos como mentores, ouvimos suas falas e lemos tudo que destilam em livros e artigos.

VEJA TAMBÉM: 6 dicas para comandar uma reunião sem dizer uma palavra

Mas, para captar mais conhecimento, não devemos nos prender a observar apenas as principais características e princípios de vida das pessoas bem-sucedidas, mas também pequenos hábitos e maneirismos que provocam grande impacto com o tempo.

Tem uma palavra específica que pessoas de sucesso usam o tempo todo, todos os dias, em quase todas as conversas – e você provavelmente nunca percebeu. Elas se tratam, umas às outras, pelo primeiro nome, e fazem isso em qualquer pequena interação. Enquanto conversam com um cliente, comprador, colega ou investidor, essas pessoas querem garantir que seu interlocutor se sinta valorizado e que é o centro das atenções naquele momento.

Talvez seu instinto fosse usar pronomes de tratamento para dirigir-se a alguém, como, por exemplo, senhor. Mas isso tende a tornar a conversa impessoal e muito profissional, e não ajuda as pessoas a se conectarem a você. Além disso, muitas vezes, isso faz com que as pessoas se sintam como se você sequer tivesse dito seus nomes – um pouco menos do que uma pessoa que você estima, um pouco mais do que apenas mais um número ou corpo trabalhando para você.

A coach de carreira Joyce E. A. Russell disse ao “The Washington Post” que os primeiros nomes têm um sentido imediato de significado. “O nome de uma pessoa é a maior conexão com sua própria identidade e individualidade”, explica.

O que sabemos sobre líderes carismáticos e eficientes é que eles são capazes de fazer com que cada pessoa se sinta valorizada, vista e apreciada. Eles têm a capacidade de entrar em uma sala e se conectar com todos que estão lá. É aí que o uso de um primeiro nome realmente é útil: é uma maneira imediata de separar apenas outro estranho de alguém que você reconhece como indivíduo.

E AINDA: 7 piores palavras para usar em vendas

“Quando nascemos, o nome que nos é dado se torna nossa marca, a ferramenta usada para acessar nossa atenção”, prega o The Good Men Project – projeto criado em 2009 nos Estados Unidos para que os homens contassem histórias sobre momentos decisivos de suas vidas – ao falar sobre o poder de usar o primeiro nome de alguém. “Em todos os estágios, nosso cérebro registra que quando nosso nome é dito, alguém quer nossa atenção ou está focando sua atenção em nós. Quando ouvimos nosso nome, nos voltamos para o locutor – isso está enraizado em nós, é instintivo. É como se causasse uma dissonância cognitiva quando alguém conversa com um terceiro de mesmo nome que o nosso. Levamos alguns segundos para perceber que eles não estão falando conosco.”

Os primeiros nomes são tão imbuídos de significado, identidade, conexão e capacidade de resposta, que é brilhante usá-los como uma ferramenta para ajudar a promover um senso de valor com aqueles que nos rodeiam – em particular aqueles que poderiam supor que não são suficientemente relevantes para conversar conosco pessoalmente. Esse tipo de ligação é absolutamente inestimável e pode muito bem ajudar a moldar a cultura da empresa e a imagem de si mesmo a longo prazo ou de sua marca como um todo.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Forbes no Facebook: http://fb.com/forbesbrasil
Forbes no Twitter: http://twitter.com/forbesbr
Forbes no Instagram: http://instagram.com/forbesbr

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).