As diferenças de “Mortal Kombat 11” no Xbox One, no PS4 e no Switch

Divulgação
Resolução do elogiado jogo de luta é diferente em cada console comparado

Resumo:

  • Foram analisados os modelos S e X do videogame da Microsoft, normal e PRO do console da Sony, e os modos conectados e portáteis do videogame da Nintendo;
  • O game tem melhor desempenho no Xbox One, no qual chega mais perto do 4K;
  • O Nintendo Switch, mesmo com hardwares inferiores, consegue estabilizar os 60 fps melhor do que os outros.

Lançado em 23 de abril, simultaneamente para Xbox One, Playstation 4 e Nintendo Switch, o game Mortal Kombat 11 oferece uma boa oportunidade para examinarmos seu desempenho nos vários consoles da geração atual. O site especializado Digital Foundry descobriu algumas diferenças.

LEIA MAIS: Microsoft anuncia novo console

Resolução e qualidade visual

Conforme o esperado, a resolução é diferente em cada console, por exemplo, se compararmos o poderoso hardware do Xbox One X e o limitado Switch. A resolução também muda conforme você joga, pois o MK11 faz uso de escalonamento de resolução dinâmica em todos os consoles.

Conteúdos pré-programados como cutscenes, fatalities e as cenas de abertura tendem a renderizar em resoluções mais altas. Abaixo, elencamos as resoluções mais altas que a Digital Foundry encontrou entre os consoles Xbox e PlayStation. É quando o MK11 parece chegar ao seu auge. A resolução como uma porcentagem de 4K total (3840×2160) é arredondada e informada para fins de comparação. A Digital Foundry não relatou resoluções pré-renderizadas para o Switch.

Nenhuma surpresa até aqui. As coisas ficam mais interessantes quando se olha para as diferenças de resolução durante o jogo. A tabela abaixo mostra os altos e baixos alcançados pela escala dinâmica de todos os consoles. A Digital Foundry não relatou nenhum dimensionamento dinâmico no PS4. Eles informaram que o mais baixo do One S estava abaixo de 900p, sem dar mais detalhes.

Nem mesmo o poderoso One X pode atingir o 4K nativo durante o jogo, embora seja digno de ressaltar que o videogame, na pior das hipóteses, é substancialmente melhor do que qualquer um dos outros consoles.

Há uma substancial, e extrema no caso do jogo desconectado da TV, queda na resolução no Switch. Por um lado, uma resolução menor no Switch é esperada por conta de seu hardware limitado. Por outro, a perda na resolução é realmente gritante. O Mortal Kombat 11 simplesmente não parece muito bom no Switch, embora a pequena tela compense a má resolução, até certo ponto, quando se joga no modo portátil.

A qualidade visual é bem consistente no Xbox e no PlayStation. A principal diferença está no aumento da pixelização e bandas, em efeitos de motion blur no One S e no PS4. No entanto, a ação do MK11 é tão rápida que isso se torna um detalhe quase imperceptível.

O Switch é um caso diferente. O console da Nintendo usa texturas de resolução notavelmente mais baixas. Efeitos de partículas e de fogo, que contribuem bastante para caracterizar o intenso combate do jogo, são nitidamente limitados ou completamente ausentes. A arte de fundo não aparece e o desfoque de movimento não existe.

Performance

Geralmente, a taxa de quadros é muito mais importante do que a resolução ou a qualidade visual dos frenéticos jogos de ação, como o Mortal Kombat 11. O MK11 define seu alto nível ao chegar a 60 fps em todos os consoles, atingindo a marca na maior parte do tempo.

Os consoles da Microsoft e da Sony estabilizam os 60 fps durante o jogo e caem para 30 fps durante o conteúdo pré-renderizado. Isso é uma grande conquista, já que é raro ver o humilde One S ter desempenho de igual para igual com seu rival nas comparações de taxa de quadros.

O desempenho no Switch é muito melhor do que você poderia esperar. Quando conectado, o console fica em 60 fps na maior parte do tempo para a maioria combates. A única exceção que a Digital Foundry observou foi a luta entre Sub-Zero e Scorpion, na qual houve quedas notáveis ​​no intervalo entre 50 e 60 fps. O modo portátil não se sai bem entre 45 e 60 fps durante a partida entre os personagens clássicos. Tirando isso, ele fica com 60 fps na maior parte do tempo.

Como os outros consoles, o Switch cai para 30 fps durante a exibição do conteúdo pré-renderizado. Ao contrário dos outros videogames, a taxa de quadros cai para um pouco menos de 30 fps.

Conclusão

As conclusões aqui são simples. Mortal Kombat 11 parece melhor no One X, que é como deveria ser. Todos os títulos lançados em todas as plataformas ficam melhores no console da Microsoft, a menos que o desenvolvedor não aproveite ao máximo o hardware de cada um deles.

VEJA TAMBÉM: Sony revela detalhes de seu próximo console

O MK11 parece bem no Switch se não houver comparação com outros consoles. Caso haja a possibilidade, é perceptível o quanto está abaixo dos outros. Se você está jogando em uma TV, o switch conectado não é uma boa escolha. No entanto, os recursos visuais ruins e a baixa resolução no modo portátil são pelo menos parcialmente amenizados ​​por conta da tela pequena do console da Nintendo.

A taxa de quadros normalmente supera os visuais de jogos de ação, e é aí que o Mortal Kombat 11 brilha. Na maioria das vezes, todos os consoles travam em 60 FPS durante o jogo. O Switch é a verdadeira surpresa aqui. Ele lida com 60 fps quase tão bem quanto com os concorrentes muito mais poderosos. É uma conquista notável.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).