Google anuncia internet de graça em São Paulo

Divulgação
Empresa anunciou estações de wi-fi gratuito em parques e estações de trem da capital

Resumo:

  • Google Stations trará wi-fi gratuito, já disponível no Parque do Ibirapuera e em 17 estações de trem;
  • Para incentivar o jornalismo, a empresa também lançou o Google News Initiative, com iniciativas como a Incubadora Jornalística de Nativos Digitais;
  • Deficientes visuais e brasileiros com alfabetização baixa terão mais benefícios com o Google GO.

O Google anunciou hoje (6), durante o evento Google for Brasil, a chegada do Google Station, já disponível em 80 lugares de São Paulo.

LEIA MAIS: Google abre pré-venda do streaming de jogos Stadia

O serviço tem como objetivo levar internet de qualidade a países emergentes. Aqui, já está disponível em parques (Ibirapuera e Chico Mendes), praças (Lago Concórdia e Praça Silva Teles) e em estações de trem da CPTM. Os pontos de acesso podem ser conferidos no site.

O projeto facilita provedores de internet na configuração, manutenção e monetização das redes de conexão sem fio. O sistema é fruto de uma parceria com a America Net e a Linktel e conta, inicialmente, com patrocínio do Itaú.

O plano do Google é que mais brasileiros tenham acesso à internet até 2020, a exemplo do que ocorre em outras partes do mundo. Atualmente, mais de mil pontos estão instalados na Índia (primeiro país a receber o serviço, em 2016), Indonésia, México, Tailândia, Nigéria, Filipinas e Vietnã. No total, já são 10 milhões de usuários ativos nas Google Station.

A empresa também anunciou o Google News Initiative (GNI) na América Latina, para dar mais suporte ao jornalismo local. Uma das iniciativas é o Desafio de Inovação. O projeto irá beneficiar negócios e produtos jornalísticos com até R$ 1 milhão. As incrições já estão abertas no site até 22 de julho.

Além disso, a empresa anunciou a primeira Incubadora Jornalística de Nativos Digitais. O projeto oferece acesso aos serviços Google, mentoria e espaço físico para equipes que desejem criar empresas de jornalismo. As atividades estarão disponíveis no fim do ano, no Google Startups Campus em São Paulo.

Google GO
Para o Google GO, software de assistência para quem nunca acessou a web, novas tecnologias de acessibilidade foram anunciadas. Pessoas com baixo grau de alfabetização e deficiência visual podem ouvir o conteúdo escrito de qualquer site, que é “lido” assim que o usuário apertar o play. A plataforma no Brasil é a segunda mais usada no mundo, atrás da Índia.

A Positivo também foi anunciada como parceira da empresa, com um botão dedicado ao Google Assistente, que possibilita o acesso rápido aos aplicativos e também a comandos por voz. O disposto estará a venda por R$ 279.

Os dispositivos de internet das coisas da Positivo também funcionarão com comandos de voz por meio do software do Google. Diversos produtos, a partir de R$ 99, serão lançados até o final do mês.

Para as crianças, haverá experiências interativas com a Galinha Pintadinha. Os usuários agora podem conversar com a personagem e brincar de estátua, entre outras atividades.

Cultura
O Google Arts & Culture lançou também uma retrospectiva inédita de Candido Portinari. Mais de 5 mil obras e 15 mil cartas e documentos do artista brasileiro foram distribuídos em 20 exposições virtuais. O projeto inclui um tour virtual pela casa de Portinari em Brodowski, interior de São Paulo.

Formação profissional
Foi anunciado ainda o Certificado Profissional de Suporte de TI, parte do Cresça com o Google, uma iniciativa da empresa para habilitar os brasileiros no cenário. Por US$ 39, o curso, feito em parceria com o Coursera, traduzido para o português, tem duração de 8 meses e estará disponível no Brasil a partir de 16 de setembro. O Google Org ainda terá R$ 4,5 milhões para financiar mais de 2 mil bolsas para comunidades carentes.

Jogos
Com foco na estatística da Pesquisa Game Brasil 2018 de que, no mundo dos jogos, 59% são mulheres, o Google anunciou o Desafio Change The Game. O projeto, aberto para jovens mulheres entre 15 e 21 anos, irá escolher dois jogos para serem produzidos e lançados no Google Play. Outras 500 participantes ganharão 16 cursos online sobre programação, em um total de 144 horas. As inscrições podem ser feitas no site.


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).