O que há no novo game “Call of Duty: Modern Warfare”

Divulgação
Franquia de jogo de ação recebe hoje (25) seu novo título

Resumo:

  • O jogo de tiro em primeira pessoa pode ser comprado paraPlaystation 4, Xbox One e PC;
  • Tecnologias gráficas e crossplay são alguns dos diferenciais de “Call of Duty: Modern Warfare” com relação aos demais jogos da franquia;
  • A Call of Duty League, competição de eSports do game, começa no início de 2020.

A publicadora Activision e a desenvolvedora Infinity Ward lançaram hoje (25) “Call of Duty: Modern Warfare”. O game de tiro em primeira pessoa chega para Playstation 4, Xbox One e PC, em versões física e digital.

LEIA MAIS: “Call of Duty: Mobile” tem 100 milhões de downloads na 1ª semana

Uma das novidades na série – com o primeiro lançamento em 2003 – é a proposta de unificar a comunidade com o crossplay (jogadores podem jogar juntos mesmo que em diferente plataformas), progressão compartilhada (enfrentam desafios juntos para subir de nível), remoção de passes de temporada (pacote de itens pagos sazonais) e mapas multiplayers gratuitos pós-lançamento e novos modos de partidas. Há diversos tipos de disputa, como atirador 2v2, o clássico multijogador 6v6. Além disso, o gameplay pode ser personalizado pelos players, mudando personagens e preferências.

A história do single player (campanha offline) traz aspectos das guerras modernas, controlando agentes do mundo todo em uma trama fictícia que muda o equilíbrio global. Ao final, os jogadores podem continuar no universo do enredo no modo cooperativo online “Operações Especiais”, com mais quatro players. O modo “Clássico” foca no desempenho de armas e munições, além de outras possibilidades do game.

O novo motor gráfico de “Call of Duty: Modern Warfare” é inédito na franquia. Conta com um novo mecanismo de experiência imersiva e fotorrealista. A nova tecnologia de engenharia visual inclui um sistema de materiais com base na física, que permite fotogrametria (reprodução de dimensões e a posição dos objetos reais), um novo sistema dedicado ao streaming, renderização PBR (técnica de computação gráfica de luz e sombra), 4K HDR, DirectX Raytracing (no PC) e outras novidades. O áudio também é compatível com a tecnologia Dolby ATMOS e outros simuladores de áudio realistas.

Uma ausência são os zumbis. Sucesso no “Call of Duty: Black Ops II”, de 2012, esse é o primeiro de todos os últimos lançamentos sem os mortos-vivos nos modos singleplayer e multiplayer.

Nos eSports, a temporada inaugural da Call of Duty League começará no início de 2020. A liga inclui 12 equipes de quatro países e destaca os melhores jogadores do jogo como modalidade esportiva mundial. Saiba mais no site oficial.

No dia do lançamento, os servidores do modo online estão instáveis. Em um tuíte, a desenvolvedora do jogo afirmou que os problemas são consequência da grande quantidade de usuários, mas já estão resolvendo os problemas.

Veja, na galeria abaixo, algumas cenas do game:

  • Menu de progressão do jogo

  • A visão noturna foi elaborada com novas tecnologias de luz

  • Operador do game

  • Armas podem ser personalizadas

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).