Patrick Mahomes assina com o Kansas City Chiefs por US$ 450 milhões

GettyImages/ Focus On Sport
GettyImages/ Focus On Sport

Patrick Mahomes comemora a conquista do Super Bowl LIV, ele foi eleito o MVP do jogo

O quarterback titular do Kansas City Chiefs e atual campeão da NFL, Patrick Mahomes, tornou-se o jogador mais bem pago da história dos esportes norte-americanos com o novo contrato assinado hoje (6) com seu atual time. Os Chiefs poderão contar com os serviços de Mahomes até 2031.

Segundo a ESPN norte-americana, o acordo renderá para o quarterback US$ 450 milhões ao longo dos próximos 10 anos, com uma garantia de US$ 140 milhões caso o jogador tenha alguma lesão durante esse período.

LEIA MAIS: Roger Federer fatura US$ 106 milhões e é o atleta mais bem pago do mundo em 2020

Patrick Mahomes, 24 anos, está na principal liga de futebol americano dos EUA há três anos e já conquistou prêmios individuais importantes: foi o primeiro jogador a lançar mais de 3 mil jardas em seus primeiros dez jogos, tem mais jogos consecutivos com 300 ou mais jardas, é o mais jovem quarterback a lançar para seis touchdowns em um jogo, além de ter recebido o prêmio de MVP (jogador mais valioso) da temporada 2018-2019.

Mahomes conduziu o Kansas City Chiefs para o Super Bowl LIV contra o San Francisco 49rs na temporada 2019-2020, sagrando-se campeão da liga e o MVP do Super Bowl disputado em Miami no dia 2 de fevereiro.

O jovem quarterback já era considerado um dos atletas mais bem pagos do mundo. Para conhecer o ranking dos atletas com as melhores remunerações, confira a lista da Forbes.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).