UE assina contrato com Gilead para adquirir medicamento remdesivir

Acordo cobrirá 30 mil pacientes no bloco a partir do início de agosto

Blog da Redação
Compartilhe esta publicação:
Max Lebedev/Getty Images
Max Lebedev/Getty Images

O contrato entre o órgão executivo da União Europeia e a Gilead pelo remdesivir é de € 63 milhões

Acessibilidade


O órgão executivo da União Europeia anunciou hoje (29) que assinou um contrato com a Gilead para adquirir o medicamento remdesivir, que tem sido usado no tratamento da Covid-19, e o acordo cobrirá 30 mil pacientes no bloco a partir do início de agosto.

“A Comissão assinou um contrato com a empresa farmacêutica Gilead para garantir doses de tratamento de Velkury –nome comercial do remdesivir. A partir do início de agosto, remessas do medicamento estarão disponíveis para os Estados-membros e para o Reino Unido”, disse a porta-voz da Comissão Europeia Dana Spinant em briefing regular à imprensa.

LEIA MAIS: Forbes promove primeiro webinar sobre Saúde Mental nas empresas. Participe

Ela disse que o contrato é de € 63 milhões e fornecerá tratamento a 30 mil pacientes com sintomas graves de Covid-19.

“Essa primeira remessa vai, portanto, lidar com as necessidades imediatas. Ao mesmo tempo, a Comissão também está preparando agora a compra de mais suprimentos desse medicamento, que cobrirão as necessidades adicionais a partir de outubro”, disse ela. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: