No ponto: saiba por que não devemos assinar os e-mails com "att"

Cíntia Chagas tira dúvidas rotineiras sobre a língua portuguesa .

Cíntia Chagas
Compartilhe esta publicação:
John Fedele/Getty Images
John Fedele/Getty Images

Muito usada, a abreviação não é reconhecida pela Academia Brasileira de Letras

Acessibilidade


Saudade de pular um bom Carnaval, né, meu filho? Ops! Escrevi Carnaval? Errei! O correto é carnaval, com c minúsculo. Seria maiúsculo se se tratasse de uma data santa, como a Páscoa e o Natal. Então, na sua empresa, houve um recesso de carnaval, com c minúsculo. O.k.?

Falando em o.k., você sabia que a única forma de escrita aceita pelo Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa leva dois pontos? Sim, senhor, o.k. Quanto à origem desse vocábulo, há dezenas de teorias, que vão desde brigas de candidatos políticos até estratégias de guerra.

Agora, guerra mesmo ocorre quando conto às pessoas que a abreviação correta de atenciosamente não é att., mas at.te. Sim, caro leitor. A Academia Brasileira de Letras registra apenas at.te como forma reduzida de atenciosamente. Mas de onde surgiu o att., ora bolas? Da expressão inglesa in attention to, que nós, papagaios, copiamos.

Sobre cópias, responda-me uma coisa: você pede uma xérox, um xérox uma xerox ou um xerox? Nesse caso, meu amigo, vale tudo: feminino, masculino, com e sem acento. O bom é que você nunca vai errar. Talvez você não saiba, mas a palavra xerox designa a marca registrada de uma máquina copiadora de registros gráficos. De tão famosa que essa marca ficou, passamos a usar xerox como sinônimo de fotocópia. Xerox, então, é um típico caso de metonímia, mas deixemos essa conversa para uma outra oportunidade, que hoje eu já proseei demais.

Cíntia Chagas é uma professora que sempre leva humor e conhecimento ao público. Escritora de dois best-sellers da editora HarperCollins, ela coleciona milhares de alunos nos cursos virtuais que ministra. Palestrante e instagrammer, provou que irreverência, humor e educação podem e devem andar juntos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Compartilhe esta publicação: