Bancos investem mais em tecnologia no Brasil

Getty Images
Getty Images

O mobile banking representou 44% das operações em todo o país no ano passado

Os investimentos em tecnologia feitos pelos bancos cresceram 48% em 2019 em relação ao ano anterior, com orçamento total de R$ 24,6 bilhões, revelou a nova edição da Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária, realizada pela Deloitte. Despesas e investimentos em software representam a maior parte dos aportes das instituições financeiras e somaram R$ 13,2 bilhões, ou 54% do total.

Outro destaque do estudo é a representatividade dos canais digitais, como internet e mobile banking, que foram responsáveis por 63% das transações em 2019. O mobile banking representou 44% das operações em todo o país no ano passado. Cerca de 63% das operações bancárias são feitas pelos meios digitais, percentual que era de 46% em 2014.

LEIA MAIS: WhatsApp lança pagamentos, começando pelo Brasil

Segundo o estudo, usuários de mobile banking verificam suas contas pelo celular 23 vezes por mês, sendo que os chamados “heavy users”, ­usuários que fazem mais de 80% das transações em um único canal, visitam seu banco 40 vezes em média por mês. Contas abertas pelo smartphone tiveram um crescimento de 66% em 2019 em relação ao ano anterior, segundo o estudo, totalizando 6,5 milhões.

Siga todas as novidades da Forbes Insider no Telegram

Angelica Mari é jornalista especializada em inovação há 18 anos, com uma década de experiência em redações no Reino Unido e Estados Unidos. Colabora em inglês e português para publicações incluindo a FORBES (Estados Unidos e Brasil), BBC e outros.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).