Ibovespa passa por realização de lucros e fecha em queda

ReproduçãoReuters
ReproduçãoReuters

O volume financeiro da sessão somou R$ 23 bilhões

O Ibovespa fechou em queda de mais de 1% hoje (22), reflexo de realização de lucros, após quatro pregões seguidos de alta, com bancos entre as maiores pressões de baixa, com exceção de BTG Pactual, que avançou 5,5% após anunciar oferta de ações.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa caiu 1,28%, a 95.335,96 pontos. Na semana passada, havia acumulado alta de 4%, ampliando os ganhos no mês para 10,5% e no trimestre para mais 30%. O volume financeiro da sessão somou R$ 23 bilhões.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Nem o viés positivo em Wall St inibiu a correção na bolsa local, com o S&P 500 fechando em alta de 0,65%, apoiado particularmente no setor de tecnologia, apesar do aumento de casos de Covid-19 nos EUA e em outras grandes economias.

Para o analista de investimentos José Falcão, da Easynvest, o Ibovespa subiu muito forte e rápido, então é natural que passe por uma correção, principalmente quando se aproxima dos 100 mil pontos, que representa uma barreira psicológica muito forte. “É natural que fique oscilando ao redor dos 95 mil pontos, podendo até alcançar 90 mil pontos, antes de buscar os 100 mil pontos”, acrescentou.

Ele observou ainda que o otimismo do mercado com a reabertura das economias tem sido limitado pelo receio de uma segunda onde de infecções pela Covid-19. Por ora, ele avalia que o Ibovespa mantém a tendência de alta, precificando a retomada de economias no segundo semestre, mas isso não impede movimentos de realização de lucros como o verificado nesta sessão. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).