Oracle tem receita trimestral abaixo do esperado por impacto de Covid-19

A presidente-executiva da Oracle, Safra Catz, “Vimos uma queda nos negócios no início do trimestre, especialmente nas indústrias mais afetadas pela pandemia”

A receita trimestral da Oracle ficou abaixo do que era esperado pelo mercado, impactada pela pandemia de coronavírus, que afetou clientes da empresa em vários setores e causou adiamento de encomendas.

A rival SAP também citou adiamento de compras de clientes, o que impactou sua previsão de resultado anual.

VEJA TAMBÉM: Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, e fique por dentro de tudo sobre empreendedorismo

“Vimos uma queda nos negócios no início do trimestre, especialmente nas indústrias mais afetadas pela pandemia”, disse a presidente-executiva da Oracle, Safra Catz.

Entretanto, muitos dos negócios já foram retomados, conforme países começam a reabrir suas economias, acrescentou a executiva.

A Oracle teve receita trimestral de US$ 6,85 bilhões na unidade de serviços de computação em nuvem, abaixo dos US$ 6,98 bilhões esperados pelo mercado.

A receita com licenças de software caiu 22%, para US$ 1,96 bilhão, também abaixo dos US$ 2,11 bilhões previstos por analistas.

Catz afirmou que a Oracle registrou atrasos em pagamentos, com alguns clientes impactados pelos efeitos econômicos das medidas de isolamento.

O faturamento total caiu cerca de 6%, para US$ 10,44 bilhões no quarto trimestre fiscal encerrado em 31 de maio, menos que os US$ 10,63 bilhões estimados em média por analistas, segundo dados da Refinitiv.

Mas em termos ajustados, a Oracle teve lucro de US$ 1,20 por ação, acima do US$ 1,15 esperado em média pelo mercado. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).