Ibovespa tem leve alta em sessão de ajustes e antes de bateria de balanços

ReutersConnect/Kai Pfaffenbach
ReutersConnect/Kai Pfaffenbach

Operador de mercado financeiro durante expediente

O Ibovespa fechou com sinal positivo hoje (24), com a alta de Ambev e Suzano atenuando entre os destaques positivos, em meio a embolso de lucros antes da temporada de resultados ganhar tração na próxima semana.

Índice de referência da bolsa brasileira, o Ibovespa terminou com variação positiva de 0,09%, a 102.381,58 pontos, mas contabilizando a primeira perda semanal do mês, de 0,49%. No pior momento do dia, caiu a 100.858,76 pontos. O volume financeiro na sessão somou R$ 27,2 bilhões.

LEIA MAIS: American Express tem lucro menor no trimestre pressionada por isolamento social

Em Wall Street, o S&P 500 fechou em baixa de 0,6%, com receios sobre as relações entre os Estados Unidos e a China somando-se a preocupações como ritmo da recuperação da economia norte-americana, em sessão de queda no setor de tecnologia.

“O Ibovespa está em um movimento normal de realização de lucros, as pessoas que tiveram ganhos estão resgatando este dinheiro”, afirmou o analista Fernando Góes, da Clear Corretora.

Com base na análise gráfica do Ibovespa, ele avalia que o Ibovespa deve se manter entre os 100 mil e 98 mil pontos, que são suportes fortes e podem ser pontos de compra de ações, mas que a tendência de alta continua.

LEIA TAMBÉM: Instrumentos do BC não são adequados para atuar na volatilidade do câmbio, diz diretor

Na próxima semana, cerca de 20 empresas do Ibovespa divulgam balanços do segundo trimestre, que experimentou o momento mais agudo da crise econômica deflagrada pela pandemia da Covid-19.

Entre elas estão Vale, Petrobras, Ambev e Bradesco. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).