Lucro do JPMorgan cai menos que o esperado no 2º trimestre

O lucro líquido do maior banco dos Estados Unidos caiu para US$ 4,69 bilhões, ou US$ 1,38 por ação

O JPMorgan Chase & Co. divulgou hoje (14) que reservou cerca de US$ 10,5 bilhões em provisões para cobrir uma onda de potencial inadimplência após a pandemia do Covid-19, mas reportou lucro melhor do que o esperado no segundo trimestre, apesar da queda de 51%.

O lucro líquido do maior banco dos Estados Unidos caiu para US$ 4,69 bilhões, ou US$ 1,38 por ação, no trimestre encerrado em 30 de junho, mas superou as estimativas dos analistas de US$ 1,04 por ação.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

A escala de perdas de crédito esperadas no banco é um grande barômetro da saúde da economia dos EUA, conforme a pandemia de coronavírus aumenta o desemprego e pressiona as empresas.

“Apesar de alguns dados macroeconômicos positivos recentes e de uma ação governamental significativa e decisiva, ainda enfrentamos muita incerteza em relação à trajetória futura da economia”, afirmou o presidente-executivo do JPMorgan, Jamie Dimon.

Ele também disse que o banco continuará pagando dividendos, a menos que “a situação econômica se deteriore substancial e significativamente”. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).