IPO da Quero-Quero movimenta R$ 2,2 bilhões

Getty Images
Getty Images

A Quero-Quero afirmou que usará os recursos para abrir e reformar lojas, investir em centros de distribuição e reforçar o capital de giro

A rede de varejo de material de construção e artigos para o lar Quero-Quero precificou sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) a R$ 12,65 cada, no centro da faixa indicativa de R$ 11,30 a R$ 14 por ação, segundo informações publicadas no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) ontem (6).

Na oferta secundária foram vendidas 154.300.318 ações, movimentando R$ 1,95 bilhão. A gestora norte-americana de fundos de private equity Advent International é vendedora.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Na oferta primária –cujos recursos vão para o caixa da empresa– foram vendidas 22.123.894 ações, com volume financeiro de R$ 280 milhões. Com isso, a operação movimentou pouco mais de R$ 2,2 bilhões.

No prospecto preliminar da oferta, a Quero-Quero afirmara que usaria os recursos da oferta primária para abrir e reformar lojas, investir em centros de distribuição e reforçar o capital de giro. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).