Exportação de carne brasileira tem maior volume do ano

Após as compras chinesas, a receita passou a ser US$ 844,8 bilhões .

Redação
Compartilhe esta publicação:

Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

Aumento das compras chinesas geram crescimento na receita brasileira, totalizando US$ 844,8 milhões

Acessibilidade



 

A associação brasileira de frigoríficos (ABRAFRIGO) as exportações de carne bovina no Brasil cresceram 10% em volume durante o mês de novembro, a maior quantidade em 2020. A exportação atingiu o recorde anual movimentando 197.852 toneladas (in natura e processada), a receita foi de US$ 844,8 milhões.

Com isso, a Abrafrigo mantém previsão de crescimento em 2020 próximo de 10% e 15% nas receitas. O aumento ocorreu devido as compras chinesas voltando a aumentar em relação a outubro. O país asiático aumentou suas compras de 109 mil toneladas em outubro para 123 mil toneladas em novembro,

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

“Com essa movimentação, o mercado chinês importou até agora 57,9% da exportação total brasileira de carne bovina, contra 43,2% em 2019, somando-se as operações realizadas pelo continente e pela cidade estado de Hong Kong”, afirmou.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Depois da China o maior comprador do produto foi o Egito, com 122.753 toneladas até novembro (queda de 23,7% em relação a 2019). Na terceira posição veio o Chile com 56.373 toneladas (-21,1%); em quarto lugar ficou a Rússia, com 56.373 toneladas (-14,8%), segundo a Abrafrigo. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: