Decisão de aumentar salários dos funcionários leva família Walton a perder US$ 11 bilhões

A novidade provocou insegurança e fez com que as ações da empresa caíssem 5% na tarde de hoje (18) .

Lauren Debter
Compartilhe esta publicação:
Getty Images/Rick T. Wilking
Getty Images/Rick T. Wilking

Os Waltons ainda são a família mais rica do país norte-americano, com um patrimônio líquido acumulado de US$ 236 bilhões

Acessibilidade


Os herdeiros do fundador do Walmart, Sam Walton, viram suas fortunas encolherem US$ 11 bilhões depois que a maior varejista do mundo anunciou lucros abaixo da expectativa e revelou aumento de gastos para o ano que vem.

As ações do Walmart caíram 5% na tarde de hoje (18), derrubando rapidamente US$ 24 bilhões de sua capitalização de mercado e arrastando para baixo o índice Dow Jones.

LEIA MAIS: Walmart vai testar entregas com veículos elétricos autônomos

A grande varejista relatou fortes vendas durante o período de férias de 2020, impulsionadas, em parte, por um salto de 69% nas vendas de comércio eletrônico dos EUA. Mesmo assim, os lucros do período ficaram aquém das expectativas de Wall Street, o que alertou os investidores de que um crescimento mais lento e maiores gastos estavam no radar da companhia.

À medida que investe ainda mais em automação, cadeia de suprimentos e presença digital para atender os clientes de novas maneiras, o Walmart tem como meta cerca de US$ 14 bilhões em despesas de capital em seu atual ano fiscal. Nos últimos cinco anos, esse número ficava em torno de US$ 10 a US$ 11 bilhões. Como muitos varejistas de grande porte, a empresa procurou capitalizar sobre a forte demanda por mantimentos e outros itens essenciais durante a pandemia, implementando a coleta drive thru em muitas de suas localidades e investindo em automação para ajudar a atender mais pedidos com rapidez. Ela introduziu um novo programa de associação no ano passado chamado Walmart +, que oferece entrega gratuita ilimitada nas lojas, entre outros benefícios. Custa US$ 98 por ano ou US$ 12,95 por mês.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A companhia também disse que aumentaria o salário de 425 mil trabalhadores norte-americanos para pelo menos US$ 13 por hora no próximo mês. No entanto, seu salário mínimo inicial permanece em US$ 11 a hora. Em uma ligação hoje com investidores, o CEO Doug McMillon disse que a empresa quer dar aos trabalhadores uma “escada de oportunidades” para começar em uma posição inicial e trabalhar em direção a um emprego com melhor remuneração. Mais de três quartos de seus gerentes de loja começaram como trabalhadores horistas, disse a empresa.

“Este é o momento de sermos ainda mais agressivos pela oportunidade que vemos pela frente”, disse McMillon em um comunicado.

No entanto, os investidores muitas vezes desconfiam de grandes investimentos que pesam nos resultados financeiros da empresa, o que fez com que as ações despencassem após as últimas notícias. Jim, Rob e Alice Walton, filhos do fundador Sam Walton, viram suas fortunas caírem cerca de US$ 3,1 bilhões cada. Sua cunhada Christy Walton, esposa do falecido irmão John, perdeu mais de US$ 300 milhões em ativos. Seu filho Lukas, que recebeu uma parte maior dos bens do pai, viu seu capital líquido ser reduzido em US$ 750 milhões.

Ann Walton Kroenke e sua irmã Nancy Walton Laurie, que herdou uma participação na empresa de seu pai Bud Walton (irmão de Sam), também perderam algumas centenas de milhões de dólares cada.

Os Waltons ainda são a família mais rica dos EUA, com um patrimônio líquido acumulado de US$ 236 bilhões, graças à participação no Walmart. Eles são seguidos pela família Koch, que controla cerca de US$ 100 bilhões em riqueza. Alice é a 17ª pessoa mais rica do mundo, com um patrimônio líquido de cerca de US$ 65,5 bilhões, seguida pelos irmãos Jim (nº 18 com US$ 65,3 bilhões) e Rob (nº 20 com US$ 65 bilhões).

Os herdeiros dos fundadores — Sam Walton e seu irmão James “Bud” — conseguiram manter cerca de metade das ações do Walmart após o falecimento dos empresários, em 1992 e 1995, respectivamente. Rob Walton foi presidente do conselho por mais de duas décadas e permanece trabalhando na empresa ao lado do atual presidente Greg Penner, seu genro.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: