Lucro da Oi cresce no 4º trimestre beneficiado por crédito fiscal; receita cai

Empresa de telecomunicações reverteu prejuízo de R$ 2,281 bilhões do ano anterior.

Redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


A Oi registrou lucro líquido consolidado de R$ 1,798 bilhão no quarto trimestre de 2020, revertendo prejuízo de R$ 2,281 bilhões um ano antes, em resultado beneficiado por crédito fiscal, enquanto a receita caiu.

No trimestre, a empresa de telecomunicações registrou um crédito de imposto de renda e contribuição social diferidos no valor de R$ 3,468 bilhões. A receita líquida total, por sua vez, somou R$ 4,777 bilhões, queda de 2,8% ano a ano.

VEJA TAMBÉM: Intelbras dispara 13% após salto no lucro do 4º trimestre

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de rotina cresceu 5,5%, para R$ 1,491 bilhão, com a margem subindo 2,4 pontos percentuais, a 31,2%, segundo os dados divulgados hoje (29).

A dívida líquida da companhia, em recuperação judicial, cresceu para R$ 21,797 bilhões nos últimos três meses de 2020, de R$ 15,927 bilhões no mesmo período do ano anterior.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A Oi disse que tinha caixa disponível de R$ 4,554 bilhões no quarto trimestre, acima dos R$ 2,3 bilhões no último trimestre de 2019. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: