Sinqia e Grupo Mateus crescem quase 4% na B3, com aquisição e balanço no radar

Consolidação da empresa especializada no desenvolvimento de software e impulso nas vendas da companhia de varejo impulsionam as ações

Iasmin Paiva
Compartilhe esta publicação:
DJGunner/GettyImages
DJGunner/GettyImages

Consolidação da Sinqia e impulso nas vendas do Grupo Mateus impulsionam as ações

Acessibilidade


As ações da Sinqia (SQIA3) crescem 3,93%, negociadas a R$ 21,69 às 11h10 da manhã de hoje (25). A movimentação foi influenciada pela aquisição de 100% do capital da mineira de tecnologia, Simply, e 60% do capital da FEPWeb, especializada nas áreas de TI, totalizando R$ 94,4 milhões.

As aquisições ainda serão submetidas à aprovação em assembleia geral da companhia a ser convocada. Caso aprovadas, os fundadores da Simply e da FEPWeb se tornarão acionistas da empresa e membros do corpo de executivos das subsidiárias.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações
No mesmo horário, os papéis do Grupo Mateus (GMAT3) sobem 3,84%, a R$ 7,57, após a divulgação do balanço financeiro do quarto trimestre de 2020. A companhia de varejo registrou lucro líquido de R$ 241 milhões nos últimos três meses de 2020, um aumento de 142,7% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O resultado foi apoiado pela consistência do plano de expansão, que bateu um recorde na inauguração de novas lojas, com 39 aberturas, que aconteceram em todos os estados. Segundo análise da XP Investimentos, a rede apresentou resultados sólidos, cujos principais destaques foram a manutenção de sólido crescimento de vendas e a forte performance de novas lojas em cidades que ainda não eram exploradas.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: