Bilionário Flavio Augusto se despede do Orlando City SC após anúncio de venda para a família Wilf

Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Flavio Augusto se tornou sócio majoritário do Orlando City SC em 2013, ao investir US$ 240 milhões

Flavio Augusto da Silva, sócio majoritário do Orlando City SC – que inclui os times Orlando City (da MLS, Major League Soccer, a liga de futebol) e Orlando Pride (da NWSL, National Women’s Soccer League, liga de futebol feminino) -, confirmou ontem (12), por meio de comunicado, que está em fase final de negociação para a venda da companhia de futebol.

Na mensagem, o bilionário, que tem um  patrimônio estimado em R$ 1,3 bilhão pelo ranking da Forbes Brasil de 2020, recorda momentos que passou no comando dos clubes e revela confiança sobre o futuro da empresa nas mãos da família Wilf, dona do Minnesota Vikings, que ainda aguarda aprovação dos órgãos reguladores para a conclusão da transação. “Olhando para trás, estou orgulhoso de tudo que realizamos durante minha gestão”, destacou.

LEIA MAIS: 4 dicas de Flávio Augusto para manter o desempenho no home office

Flavio Augusto, que tornou-se sócio majoritário do Orlando City SC em 2013, ao investir R$ 240 milhões em valores de aquisição e aporte do caixa, diz sempre ter enxergado o potencial dos times no mundo futebolístico. “Hoje, eu posso seguramente dizer que tanto o Orlando City SC quanto o Orlando Pride estabeleceram um testemunho verdadeiro de dedicação”, disse, relembrando o apoio constante de funcionários, torcedores e jogadores que passaram pela história da empresa.

Sobre sua gestão, ressaltou a construção do estádio Expadia, no centro de Orlando. Um projeto que durou de 2014 a 2017 e custou cerca de US$ 155 milhões. “Nossa casa  não só sediou alguns dos maiores eventos internacionais do esporte, como também se tornou  modelo para outros estádios do país”, disse o criador da rede de escolas de inglês WiseUp. Ele lembrou, ainda, as duas instalações de treinamento que foram inauguradas nos últimos anos.

“Em 8 de março de 2015 alcançamos o primeiro de muitos marcos que estabelecemos, com 62.510 torcedores fazendo história e apresentando a Major League Soccer ao Orlando City SC”, relembrou. “Um ano depois, trouxemos o futebol feminino para a Central Florida frente a outra multidão recorde.”

Em clima de despedida, o empresário ainda agradeceu a família Orlando City SC pela parceria em sua passagem. “Com paixão pelo esporte e pelos dois times de Orlando que estão em posição de competir por troféus, estou confiante de que a família Wilf continuará a impulsionar a Orlando City SC para que chegue a posições melhores, bem como liderará o clube nesta nova fase, tanto dentro como fora do campo.”

O valor de venda está sob confidencialidade contratual, mas, segundo o site norte-americano “Sportico”, a transação custou entre US$ 400 milhões e US$ 450 milhões. Acreditando no potencial da empresa, finalizou: “Tivemos alguns dos ícones globais do mundo do futebol em nossos times. Enquanto isso, também estabelecemos uma academia que produzirá futuras estrelas do esporte”.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).