Bitcoin afunda e mercado de criptomoedas perde quase US$ 1 trilhão

O tombo ocorreu depois que a China proibiu as instituições financeiras e de pagamento de fornecer serviços de criptomoeda.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Andriy Onufriyenko/GettyImages
Andriy Onufriyenko/GettyImages

O tombo ocorreu depois que a China proibiu as instituições financeiras e de pagamento de fornecer serviços de criptomoeda

Acessibilidade


Bitcoin e ether registraram hoje (19) a maior queda em um dia desde março do ano passado, com uma perda no valor de mercado das criptomoedas se aproximando de US$ 1 trilhão.

O tombo ocorreu depois que a China proibiu as instituições financeiras e de pagamento de fornecer serviços de criptomoeda.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

No pior momento, o bitcoin foi negociado a US$ 30.066, o valor mais baixo desde o final de janeiro.

Por volta de 12h25, horário de Brasília, o bitcoin era negociado a US$ 37.116, em queda de 13,44%. O ether chegou a US$ 1.850 na mínima da sessão, menor patamar desde o final de janeiro, mas desacelerou as perdas e recuava 21,69%, para US$ 2.647. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: