Governo segura MP sobre racionamento até votação da privatização da Eletrobras, diz líder

SOPAImages/Getty Images
SOPAImages/Getty Images

O líder do governo na Câmara disse que a edição da MP sobre racionamento agora poderia influenciar na votação da desestatização da Eletrobras

O governo decidiu esperar a votação da Medida Provisória da privatização da Eletrobras, marcada no Senado para hoje (16), antes de editar a MP que pode autorizar o racionamento de energia e outras medidas para controle da crise energética, disse o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR).

Em entrevista à Reuters hoje (16), Barros afirmou que, por se tratar de tema correlato, a edição da MP agora poderia influenciar na votação da privatização da Eletrobras.

LEIA MAIS: Eletricidade gerada da biomassa de cana entra na rota dos contratos para salvar país da falta de energia

De acordo com fonte ouvida pela Reuters, o governo ainda negocia também os termos da MP do racionamento.

Um dos temas sendo discutidos é a possibilidade de retirar do texto a autorização expressa para que o comitê que tratará da crise energética, também a ser criado pela MP, possa decretar o racionamento compulsório de energia. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).