Ibovespa abre em queda com indefinição em Brasília sobre PEC dos Precatórios

Dólar sobe com nova variante do coronavírus assustando os mercados.

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa opera em queda de 3% na abertura do pregão de hoje (26), a 102.637 pontos perto das 10h15, horário de Brasília. O mercado doméstico segue atento à tramitação da PEC (proposta de emenda constitucional) dos Precatórios, prevista para ser votada em comissão do Senado na próxima semana. No cenário internacional, os olhares estão voltados para uma nova variante do coronavírus detectada na África do Sul.

O dólar avança ante o real por volta das 10h15, a moeda era negociada em alta de 0,79%, a R$ 5,6086.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

A atenção do mercado segue voltada para a tramitação da PEC dos Precatórios, que está prevista para seguir sua votação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado na próxima terça-feira (30). O projeto, no entanto, ainda não tem data para ser apreciado pelo plenário da Casa.

A confiança da indústria no Brasil mostrou queda pelo quarto mês seguido em novembro e chegou ao nível mais baixo desde meados de 2020, diante da piora tanto do cenário atual, quanto das perspectivas futuras, segundo dados da
Fundação Getulio Vargas (FGV). A FGV informou nesta sexta-feira que o índice teve recuo de 3,1 pontos e foi a 102,1 pontos, menor nível desde agosto de 2020 (98,7 pontos).

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“A confiança de novembro sinaliza uma mudança na trajetória de recuperação da indústria de forma disseminada, com 15 dos 19 segmentos apresentando queda”, destacou a economista do FGV IBRE Claudia Perdigão, em nota.

O estoque total de crédito no Brasil subiu 1,5% em outubro sobre setembro, a R$ 4,497 trilhões, montante que corresponde a 53,2% do Produto Interno Bruto (PIB), informou o Banco Central nesta sexta-feira.

No mês, a inadimplência no segmento de recursos livres ficou estável em 3,0%. O spread bancário no mesmo segmento subiu a 23,1 pontos percentuais, sobre 21,7 pontos em setembro.

Mercados internacionais

Nos Estados Unidos, os índices futuros mostram sinal negativo nesta sexta pela manhã, na volta do feriado do Dia de Ação de Graças. Por lá, os Investidores se preparam para um dia mais curto de operações.

O rendimento dos títulos do Tesouro americano teve quedas. O do título do Tesouro com vencimento em dez anos recuou a 1,5380% depois de ter chegado a 1,65%.

Na Ásia, as ações da China fecharam em baixa nesta sexta-feira uma vez que os casos domésticos de Covid-19 e uma nova variante do coronavírus possivelmente resistente a vacinas pesaram sobre o sentimento do investidor.

O Hang Seng, de Hong Kong, desvalorizou 2,67%; e o BSE Sensex, de Mumbai, fechou o dia em baixa de 2,87%. Já na China continental, o índice Shanghai perdeu 0,56%; e no Japão, o índice Nikkei regrediu 2,53%.

Na Europa, a Itália e a França firmaram um tratado nesta sexta-feira para fortalecer os laços bilaterais e sua coordenação dentro da Europa no momento em que a diplomacia da União Europeia está sendo testada pela partida da chanceler alemã, Angela Merkel.

Por lá, as bolsas operam em forte queda. O Stoxx 600 perdia 2,58%; na Alemanha, o DAX cai 2,87%; o CAC 40 em baixa de 3,62% na França; na Itália, o FTSE MIB cai 3,10%; enquanto o FTSE 100 tem desvalorização de 2,68% no Reino Unido.

Commodities

Os contratos futuros do minério de ferro e aço na China, maior produtora desta commodity do mundo, caíram nesta sexta-feira sob o impacto da descoberta da nova variante do coronavírus e do aumento dos casos de Covid-19 no país asiático, o que aumentou as preocupações dos investidores com a recuperação econômica.

O contrato do minério de ferro mais ativo para janeiro na Bolsa de Commodities de Dalian fechou em queda de 6,7%, a 575,50 iuanes (90,06 dólares) a tonelada, o que pode afetar as ações de siderúrgicas brasileiras, como Vale (VALE3), CSN (CSNA3) e Gerdau (GGBR4). Na semana, no entanto, a cotação acumula alta de 9,5%.

Compartilhe esta publicação: