Inflação nos EUA volta a subir em novembro e tem maior avanço anual desde 1982

O índice de preços ao consumidor subiu 0,8% no mês passado, após alta de 0,9% em outubro.

Da Reuters
Compartilhe esta publicação:
Mario Anzuoni/Reuters
Mario Anzuoni/Reuters

Cartazes com preços de mercadorias em loja em Pasadena, Califórnia, EUA

Acessibilidade


Os preços ao consumidor nos Estados Unidos tornaram a subir em novembro, conforme o custo de bens e serviços aumentou amplamente em meio a restrições de oferta, levando ao maior ganho anual desde 1982, o que pode encorajar o banco central norte-americano a reduzir rapidamente suas compras de títulos.

O índice de preços ao consumidor subiu 0,8% no mês passado, após alta de 0,9% em outubro, informou o Departamento do Trabalho hoje (10). Nos 12 meses até novembro, o índice aumentou 6,8%, maior avanço anual desde junho de 1982, após alta em outubro de 6,2%, na mesma base de comparação.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Economistas consultados pela Reuters previam acréscimo de 0,7% para o índice.

Excluindo os componentes voláteis de alimentos e energia, o índice subiu 0,5% no mês passado, após avançar 0,6% em outubro. O chamado núcleo da inflação saltou 4,9% na base anual, após alta de 4,6% em outubro.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Compartilhe esta publicação: