BRF levanta R$ 5,4 bilhões em follow-on; veja os destaques do Forbes Radar

Últimas notícias sobre: Energisa, Vale, Petrobras, Santander, 3R Petroleum e Sinqia

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (2), a BRF anunciou que movimentou um total de R$ 5,4 bilhões em sua oferta subsequente de ações ontem (1º). Foram ofertadas 270 milhões de ações, a R$ 20 cada, com a possibilidade de venda de um lote extra, de 54 milhões, que não foi exercida.

Já a Santander Brasil aprovou a distribuição de R$ 3 bilhões em dividendos intercalares e JCP (juros sobre capital próprio).

Veja estes e outros destaques corporativos do dia:

BRF (BRFS3)

A processadora brasileira de alimentos BRF precificou sua oferta de ações follow-on a R$ 20 por ação, um desconto de 7,5% em relação ao preço de fechamento de ontem (1º), levantando R$ 5,4 bilhões com a transação.

Em razão da oferta, o capital social da companhia passou a ser R$ 13,053 bilhões, dividido em 1,082 bilhão de ações.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

As ações da oferta passarão a ser negociadas na B3 a partir de amanhã (3), sendo que a liquidação física e financeira das ações da oferta, incluindo as ações subscritas sob a forma de ADS (Ação Depositária Americana), ocorrerá na sexta-feira (4).

Energisa (ENGI11)

A Energisa anunciou que atualizou sua previsão de investimentos para 2022, chegando a um total de R$ 5,59 bilhões.

Desse montante, a empresa espera que R$ 3,82 bilhões sejam referentes ao segmento de distribuição, e mais de R$ 1 bilhão será direcionado ao braço de energia renovável Alsol.

Vale (VALE3)

A Vale informou que sua subsidiária VCL (Vale Canada Limited) concluiu a venda e transferência de sua participação de 50% na California Steel Industries (CSI) para a Nucor Corporation.

De acordo com os termos divulgados em 13 de dezembro de 2021, a VCL recebeu US$ 436,7 milhões em dinheiro, dos quais US$ 400 milhões foram referentes a 50% do valor do negócio, e o restante referente à dívida líquida ajustada e ao capital de giro na conclusão da transação.

Em janeiro, conforme desempenho financeiro do segundo semestre de 2021, a VCL também recebeu da CSI US$ 65 milhões em dividendos, associados à sua participação de 50% no ativo.

Petrobras (PETR4)

A Petrobras recebeu da Equinor Brasil Energia US$ 475 milhões correspondentes à metade da terceira parcela referente à venda de sua participação no bloco exploratório BM-S-8, onde está localizado o campo de Bacalhau.

O valor remanescente de US$ 475 milhões será pago no dia 10 de fevereiro.

A Petrobras realizou a venda do total de sua participação (equivalente a 66%) no bloco BM-S-08 para a Equinor pelo valor de US$ 2,5 bilhões. No fechamento da operação, a companhia recebeu US$ 1,25 bilhão e, na assinatura do contrato de partilha do bloco Norte de Bacalhau, recebeu US$ 300 milhões, totalizando US$ 1,55 bilhão.

Santander (SANB11)

O conselho de administração do Santander Brasil aprovou a distribuição de R$ 3 bilhões em dividendos intercalares e JCP (juros sobre capital próprio).

A companhia pagará R$ 1,3 bilhão em dividendos intercalares, com base no balanço de 31 de dezembro de 2021, e R$ 1,7 bilhão de montante bruto em JCP, que, após a dedução do valor relativo ao imposto de renda retido na fonte, ficará em R$ 1,4 bilhão.

3R Petroleum (RRRP3)

A 3R Petroleum comunicou ao mercado que recebeu notificação da Starboard Asset, gestora do 3R Petroleum Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia, informando sobre a venda de 22.787.130 ações ordinárias da companhia, equivalentes a aproximadamente 11,25% do capital social da 3R.

Adicionalmente, a gestora esclarece em sua notificação que a operação teve viés exclusivamente financeiro, sem alterar a estrutura societária ou administração da companhia.

Sinqia (SQIA3)

A Sinqia, provedora de tecnologia para o sistema financeiro, concluiu a aquisição, pela sua controlada, a Sinqia Tecnologia, de 100% do capital da Mercer Seguridade.

A Mercer Seguridade é a sociedade que foi constituída pela Mercer Human Resource Consulting, e detém o negócio de administração previdenciária, que inclui softwares e serviços voltados para entidades fechadas de previdência complementar, nas áreas de atendimento de participantes, contabilidade, tesouraria, risco e seguridade.

Compartilhe esta publicação: