Banrisul aprova payout de 50% via dividendos e JCP; veja os destaques do Radar

Últimas notícias sobre: Eneva, Ambipar, Aliansce Sonae, Braskem, MRV&Co, Petz e mais.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (17), o Banrisul informou que foi aprovada a proposta em destinar 50% do lucro líquido da companhia à distribuição de proventos.

Já a Eneva informou que, no âmbito da combinação de negócios com a Focus, os antigos acionistas da Focus farão jus ao recebimento de um valor correspondente a R$ 8,1738 para cada ação ordinária da empresa de que eram proprietários.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Veja esses e outros destaques corporativos do dia:

Banrisul (BRSR6)

O Banrisul informou que foi aprovada a proposta em adotar o percentual equivalente a 50% sobre o lucro líquido da companhia a título de distribuição de JCP (juros sobre capital próprio) e/ou dividendos, em caráter excepcional para o exercício social de 2022.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A adoção ou não do percentual será deliberada pela Assembleia Geral da Companhia a ocorrer em 27 de abril de 2022.

Eneva (ENEV3)

A Eneva informou que os antigos acionistas da Focus farão jus ao recebimento de um valor correspondente a R$ 8,1738 para cada ação ordinária de emissão da Focus de que eram proprietários.

Receberão os respectivos montantes os acionistas da Focus que eram titulares de ações da empresa no encerramento do pregão de 11 de março de 2022, e que passaram a integrar a base acionária da Eneva a partir de 14 de março.

Ambipar (AMBP3)

A Ambipar anunciou a aquisição do controle acionário da empresa Dracares, através de sua controlada Emergência Participações S/A.

Fundada em 2004, a Dracares é especialista em atendimento emergencial oil spill offshore e onshore, operando embarcações próprias para o combate a derramamentos de óleo, batedores para navios sísmicos, embarcações para coleta de dados ambientais e batimetria.

Destaca-se no combate à poluição marítima, possuindo 8 bases operacionais e 13 embarcações, sendo referência em seu segmento de atuação. Possui faturamento de R$ 50 milhões e Ebtida de R$ 14 milhões.

Aliansce Sonae (ALSO3)

A Aliansce Sonae anunciou que formalizou e encaminhou uma nova proposta de combinação de negócios ao Conselho de Administração da brMalls.

Braskem (BRKM5)

A Braskem anunciou que teve uma queda de 37% no lucro do quarto trimestre de 2021, resultado que veio abaixo das previsões de analistas.

A companhia teve lucro líquido de R$ 530 milhões de outubro a dezembro, muito abaixo da previsão média de analistas consultados pela Refinitiv, de R$ 5,35 bilhões.

A receita líquida da Braskem no período somou R$ 28,2 bilhões, um aumento de 51% sobre mesma etapa de 2020.

MRV&Co (MRVE3)

A MRV&Co teve aumento robusto do lucro no quarto trimestre, uma vez que as fortes vendas de sua unidade nos Estados Unidos compensaram a pressão inflacionária sobre os empreendimentos do programa Casa Verde e Amarela, no Brasil.

O grupo imobiliário anunciou que seu lucro de outubro a dezembro somou R$ 336,2 milhões, um aumento de 54% ante mesma etapa de 2020.

A receita líquida do trimestre avançou cerca de 12% no comparativo anual, para R$ 1,9 bilhão.

Petz (PETZ3)

A Petz registrou lucro líquido de R$ 31,863 milhões de outubro a dezembro do ano passado, uma alta de 16,2% na comparação anual.

Lojas Marisa (AMAR3)

A Lojas Marisa registrou prejuízo líquido de R$ 3,2 milhões no quarto trimestre de 2021, uma queda de 88,8% na comparação anual.

d1000 (DMVF3)

A d1000 registrou lucro líquido de R$ 14,9 milhões no quarto trimestre, um recuo de 17% em relação ao mesmo trimestre de 2020.

Profarma (PFRM3)

A Profarma registrou lucro líquido de R$ 11 milhões no quarto trimestre do ano passado, o que representa uma queda de 60,2% na base anual.

B3 (B3SA3)

A B3 recebeu correspondência da Schroder Investment Management Brasil informando que o Grupo Schroders alienou ações de emissão da companhia, passando a deter, de forma agregada, 302.143.774 ações ordinárias, o que representa 4,932% das ações emitidas pela B3.

Lavvi (LAVV3)

A Lavvi anunciou o lançamento do empreendimento High Wonder, na região do Brás, São Paulo. Serão ofertadas 258 unidades, com metragens de 84 m², 111 m² e 126 m².

Com um VGV de R$ 230 milhões, líquidos de permuta, o High Wonder é o primeiro lançamento da Lavvi em 2022, sendo que 50% das unidades foram vendidas em menos de um mês de abertura das vendas. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: